Quando memórias obsoletas são enunciadas

sintaxe de afetos precários e inesquecíveis na composição de personagens gays a partir de "As coisas" de Tobias Carvalho

Autores

  • Marcelo Santana Ferreira Universidade Federal Fluminense

Resumo

A partir do livro “As coisas” de Tobias Carvalho, o artigo é fruto de uma reflexão sobre escritas literárias contemporâneas que dialogam com experiências dissidentes e anônimas que não sucumbem as normativas sexuais que tornam comercializáveis e consumíveis determinados aspectos de corpos gays e seus afetos. Sem deixar de lado a imagética contemporânea dos vínculos gays urbanos em metrópoles brasileiras, a analítica do artigo se assenta na poética de Carvalho, um empreendimento estético e político de grande importância em termos da articulação de legibilidades sobre modos de existências minoritários, no diálogo com o tempo presente, nos fornecendo algumas ferramentas epistemológicas para a compreensão da enunciação como possível destino estético e político de corporeidades minoritárias e memórias supostamente obsoletas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

08-07-2024

Como Citar

SANTANA FERREIRA, M. Quando memórias obsoletas são enunciadas: sintaxe de afetos precários e inesquecíveis na composição de personagens gays a partir de "As coisas" de Tobias Carvalho. Bagoas - Estudos gays: gêneros e sexualidades, [S. l.], v. 15, n. 23, 2024. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/bagoas/article/view/24469. Acesso em: 22 jul. 2024.