“Ser Traveco é Melhor que Mulher”: considerações preliminares acerca das discursividades do desenvolvimentismo e da 1 heteronormatividade no mundo rural piauiense

Autores

  • Fabiano de Souza Gontijo
  • Francisca Célia da Silva Costa

Palavras-chave:

Diversidade sexual e de gênero. Heteronormatividade. Desenvolvimentismo. Ruralidade. Piauí

Resumo

Trata-se aqui de apresentar algumas reflexões sobre a vivência da diversidade sexual ede gênero no contexto rural piauiense, em meio às discursividades hegemônicas dodesenvolvimentismo e da heteronormatividade, a partir de uma pesquisa mais amplaque busca analisar, por um lado, as configurações familiares, as composições conjugaise os arranjos parentais e, por outro, as relações de gênero e seus repertórios – e tambémas práticas e scripts sexuais –, que estão na base dessas configurações, composições earranjos, tendo como contexto as situações sociais geradoras das (novas) ruralidadescontemporâneas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

28-02-2013

Como Citar

DE SOUZA GONTIJO, F.; CÉLIA DA SILVA COSTA, F. “Ser Traveco é Melhor que Mulher”: considerações preliminares acerca das discursividades do desenvolvimentismo e da 1 heteronormatividade no mundo rural piauiense. Bagoas - Estudos gays: gêneros e sexualidades, [S. l.], v. 6, n. 08, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/bagoas/article/view/3357. Acesso em: 25 jul. 2024.