DIGA-ME O QUE PENSAS E TE DIREI QUEM ÉS: UM ESTUDO SOBRE DESENVOLVIMENTO MORAL ENTRE JOVENS DO ENSINO MÉDIO DA CIDADE DE CRUZETA/RN

Autores

  • Josefa da Conceição Silva Faculdades Integradas de Patos
  • M. M. Zeferino Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Palavras-chave:

Dilemas Morais. Consciência Moral. Níveis. Estágios.

Resumo

Investigação acerca dos níveis de desenvolvimento moral entre jovens do Ensino Médio da cidade de Cruzeta/RN, partindo dos seus pressupostos e juízos acerca de dilemas morais complexos. A metodologia utilizada foi um dos dilemas mais conhecidos de Lawrence Kohlberg – O dilema de Heinz. O dilema foi apresentado a 62 jovens, escolhidos aleatoriamente entre as turmas do Ensino Médio de uma escola na cidade de Cruzeta/RN. Através do dilema, os jovens foram levados a refletir sobre conflitos morais e responder algumas questões discursivas sobre eles, cujas justificativas nos ofereceram um panorama de seus níveis de desenvolvimento moral e seus estágios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Blasi, A. (1988). Identity and the development of the self. Em D.K. Lapsley & F.C. Power (Orgs.), Self, ego, and identity (pp. 226-241). Nova Iorque: Springer-Verlag.

Blasi, A. (1993). The theory of ego development and the measure. Psychological Inquiry, 4,17-55.

Gilligan, C. (1982). In a different voice. Cambridge: Harvard University Press.

Hauser, S. (1993). Loevinger’s model and measure of ego development: A critical review II. Psychological Inquiry, 4, 23-30.

Josselson, R. (1988). The embedded self: I and Thou revisited. Em D.K. Lapsley e F.C. Power (Orgs.), Self, ego, and identity (pp. 91-106). Nova Iorque: Springer-Verlag.

Kegan, R. (1982). The evolving self. Cambridge: Harvard University Press.

Kohlberg, L. (1981). Essays on moral development, Vol. 1. The philosophy of moral development. São Francisco: Harper & Row.

Kohlberg, L. (1982). The child as a moral philosopher. Em J.K. Gardner (Org.), Readings in de velopmental psychology (2ª ed.) (pp. 391-399). Boston: Little Brown and Company.

Marques, R. (1997). A justiça, a preocupação pelos outros e a bondade: pode a escola passar sem elas? Em M.F. Patrício (Org.), A escola cultural e os valores (pp. 353-363). Porto: Porto Editora.

Moessinger, P. (1989). La psychologie morale. Paris: Presses Universitaires de France.

Noam, G. (1993). Ego development: True or false? Psychological Inquiry, 4,43-48.

Piaget, J. (1973). Le jugement moral chez l’enfant. Paris: Presses Universitaires de France.

Piaget, J. (1975). A teoria de Piaget. Em P. Mussen (Org.), Manual de psicologia da criança (pp. 71-115). S. Paulo: EPU

Puka, B. (2000). Inclusive moral education: A critique and integration of competing approaches. Em M. Leicester, C. Modgil & S. Modgil (Orgs.), Education, culture and values, Vol.4: Moral education and pluralism (pp. 131-148). London: Falmer Press.

Downloads

Publicado

01-07-2011

Como Citar

SILVA, J. da C. .; ZEFERINO, M. M. . DIGA-ME O QUE PENSAS E TE DIREI QUEM ÉS: UM ESTUDO SOBRE DESENVOLVIMENTO MORAL ENTRE JOVENS DO ENSINO MÉDIO DA CIDADE DE CRUZETA/RN. Revista de Casos e Consultoria, [S. l.], v. 2, n. 3, p. e232, 2011. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/casoseconsultoria/article/view/20673. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos