A atuação do terapeuta ocupacional na reabilitação de pessoas com autismo

Autores

Palavras-chave:

Reabilitação; Terapia Ocupacional; Transtorno do Espectro Autista.

Resumo

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) é observado em um número significativo de sujeitos no mundo. No Brasil estima-se que cerca de 0,3% a cada 1,5 milhões de indivíduos. O estudo tem como objetivo geral: Analisar as práticas e atuação do profissional de terapia ocupacional na reabilitação de pessoas autistas. Trata-se de revisão de literatura integrativa de caráter descritivo. A busca dos artigos foi realizada nas bases de dados Literatura Latino-Americana em Ciências da Saúde (LILACS), Scientific Electronic Library Online (SciELO), Directory of Open Access Journals (DOAJ), Medline e Portal de Periódicos Capes no período de 2016 a 2020, utilizando os descritores: “Rehabilitation”, “Occupational therapy”, “Autistic Spectrum Disorder”, “Reabilitação”, “Terapia Ocupacional” e “Transtorno do espectro autista”. Com o operador booleano AND para a especificidade do levantamento. Foram incluídos artigos que estivessem disponíveis na integra, condizente com o objetivo do estudo. Onde foram encontrados 76 artigos, no qual 8 foram selecionados, a partir dos quais verificou-se que as práticas e atuação do profissional de terapia ocupacional ocorre a partir de intervenções, com o intuito de aprimorar o desempenho ocupacional em todas as áreas da vida. O trabalho do terapeuta ocupacional abrange a reorganização e o estabelecimento de novas conexões sinápticas e a formação de grandes redes neurais. Por fim, as estratégias adaptativas utilizadas durante a reabilitação para paciente com TEA são as intervenções com atividades lúdicas, treino de habilidades sociais em oficinas terapêuticas e intervenções comportamentais intensivas, na qual proporcionam uma melhora significativa nas funções motoras e cognitivas que são fundamentais na vida do paciente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ASSOCIAÇÃO AMERICANA DE PSIQUIATRIA. Manual Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais: DSM-V. Porto Alegre: Artmed, 2014. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-55452014000100007 Acessado em: 06/04/2021

BECKER, M. M.; RIESGO, R. S. Aspectos neurobiológicos dos transtornos do espectro autista. In: ROTTA, Newra Tellechea; OHLWEILER, Lygia; RIESGO, Rudimar dos Santos (Orgs.) Transtornos da aprendizagem: abordagem neurobiológica e multidisciplinar. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2016, p. 357-367. Disponível em: < file:///C:/Users/dani_/Downloads/10299-Texto%20do%20artigo-40821-1-10-20181024.pdf> Acessado em 20/03/2021

BOSA, C. A; TEXEIRA M. C. T. V. (Org). Autismo: avaliação psicológica e neuropsicológica. São Paulo: Hogrefe, 2017 Disponível em: . < file:///C:/Users/dani_/Downloads/679-1401-1-SM.pdf> Acessado em: 17/09/20

COSTA, F. C. S.; PFEIFER, L. L. Intervención de integración sensorial en niños con trastorno del espectro autista. Revista Chilena de Terapia Ocupacional, [s. l.], v. 16, n. 1, p. 99-108, 2016. Disponível em: < https://revistaderechoeconomico.uchile.cl/index.php/RTO/article/view/41947> Acessado em: 17/05/2021

FALLER, P. et al. Application of data-driven decision making using Ayres Sensory Integration® With a child with autism. American Journal of Occupational Therapy, [s. l.], v. 70, n. 1, p. 7001220020p1-7001220020p9, 2016. Disponível em: < https://ajot.aota.org/article.aspx?articleid=2476236> Acessado em: 18/05/2021

GOMES, C. G. S. et al. Efeitos de Intervenção Comportamental Intensiva Realizada por Meio da Capacitação de Cuidadores de Crianças com Autismo. Psicologia: Teoria e Pesquisa, [s. l.], v. 35, 2019. Disponível em: < https://www.scielo.br/j/ptp/a/VYGp5KQGdpsTHPj8LpHNdBM/?lang=pt> Acessado em 20/05/2021

GONÇALVES, D.; GUARDIANO, M.; LEÃO, M. Investigação Etiológica da Pertubação do Espectro do Autismo – o Estado da Arte. Nascer e Crescer, [s. l.], v. 27, n. 4, p. 1-6, 2018. Disponível em: < https://revistas.rcaap.pt/nascercrescer/citationstylelanguage/get/harvard-cite-them-right?submissionId=12106> Acessado em: 19/05/2021

LEAL, B. S. F. M.; GRADIM, L. C. C.; SOUZA, V. R. B. Habilidades sociais em crianças com transtorno do espectro autista: uma análise da prática em Terapia Ocupacional/The Social Skills for children with autism spectrum disorder: A practice analysis in Occupational Therapy. Revista Interinstitucional Brasileira de Terapia Ocupacional-REVISBRATO, [s. l.], v. 5, n. 1, p. 121-131, 2020. Disponível em: < https://revistas.ufrj.br/index.php/ribto/article/download/33945/pdf> Acessado em 04/03/2021

LLAMBIAS, C. et al. Terapia ocupacional assistida por equinos: aumentando o envolvimento de crianças com transtorno do espectro do autismo. American Journal of Occupational Therapy, [s. l.], v. 70, n. 6, pág. 7006220040p1-7006220040p9, 2016. Disponível em: < https://ajot.aota.org/article.aspx?articleid=2556245> Acessado em 03/03/2021

MONTENEGRO, K. S. et al. Avaliação do conhecimento de residentes e acadêmicos de fisioterapia e terapia ocupacional sobre detecção precoce do autismo. Revista Eletrônica Acervo Saúde, [s. l.], n. 36, p. e1993-e1993, 2019. Disponível em: < https://acervomais.com.br/index.php/saude/article/view/1993> Acessado em: 06/04/2021

SOUZA, M. T.; SILVA, M. D.; CARVALHO, R. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein, São Paulo, v. 8, n. 1, p. 102-106, 2010. Disponível em: < https://www.scielo.br/j/eins/a/ZQTBkVJZqcWrTT34cXLjtBx/?lang=pt> Acessado em: 15/05/2021

SOUZA, V. R. B. A atuação do terapeuta ocupacional com base na Teoria da Integração Sensorial na assistência de crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA) durante a pandemia do Covid-19/The occupational therapist actuation based on the Sensory Integration Theory in the care of children with Autistic Spectrum Disorder (ASD) during the Covid-19 pandemic. Revista Interinstitucional Brasileira de Terapia Ocupacional-REVISBRATO, [s. l.], v. 4, n. 3, p. 371-379, 2020.Disponível em: < https://revistas.ufrj.br/index.php/ribto/article/view/34026/pdf> Acessado em: 03/03/2021

STEFFEN, B. F. et al. Diagnóstico precoce de autismo: uma revisão literária. Revista saúde multidisciplinar, [s. l.], v. 6, n. 1, p. 1-6, 2019 Disponível em: < http://revistas.famp.edu.br/revistasaudemultidisciplinar/article/view/91> Acessado em: 20/04/2021

TOMCHEK, S. et al. Occupational therapy interventions for adolescents with autism spectrum disorder. American Journal of Occupational Therapy, [s. l.], v. 71, n. 1, p. 7101395010p1-7101395010p3, 2017.Disponível em: < https://ajot.aota.org/article.aspx?articleid=2593025> Acessado em: 19/04/2021

TORRAS, M. T.; MÁS, L. A. Reducción de las conductas autolesivas y autoestimulatorias disfuncionales en los trastornos del espectro del autismo a través de la terapia ocupacional. MEDICINA, Buenos Aires, v. 79, 2019. Disponível em: < http://www.medicinabuenosaires.com/PMID/30776278.pdf> Acessado em 15/04/2021

WHITMAN, T. L. O desenvolvimento do autismo. [s. l.]: M. Books Editora, 2019.

Downloads

Publicado

17-09-2021

Como Citar

MAPURUNGA, B. A. .; MENDES, A. L. R. .; SILVEIRA, V. B.; CORREIA, R. F. de O. .; CARVALHO, A. F. M. de. A atuação do terapeuta ocupacional na reabilitação de pessoas com autismo. Revista de Casos e Consultoria, [S. l.], v. 12, n. 1, p. e26291, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/casoseconsultoria/article/view/26291. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos de Revisão