Uso da terapia vibratória na dor músculo-esquelético: uma revisão integrativa da literatura

Autores

Palavras-chave:

Terapia vibracional, Dor músculo-esquelética, Terapia de percussão, Vibração local

Resumo

A terapia vibratória (TV) é um estímulo mecânico, caracterizada por movimentos oscilatórios, podendo ser utilizada como intervenção para reduzir a dor autorrelatada e a sensibilidade à dor, em pacientes com dor crônica inespecífica. Os artigos utilizados nesse estudo foram publicados nos anos de 2014 à 2020 sendo o equivalente de 14% no ano de 2014, 14% no ano de 2015, 29% no ano de 2017, 14% no ano de 2018, 14% no ano de 2019 e 14% no ano de 2020. Diante disso, a maioria dos trabalhos eram da Alemanha 29%, contra 14% do Brasil, 14% dos Estados Unidos da América, 14% da Índia, 14% da Inglaterra e 14% da Espanha. Diante os resultados encontrados, observou-se que a TV tem eficácia no alívio de dores músculo-esquelético, como também ficou evidente ainda uma atuação direta na recuperação muscular, na diminuição da percepção da dor e auxilia na amplitude de movimentos articulares. Assim, é um método com uma abordagem ampla, uma resposta rápida e satisfatória e com resultados promissores para os usuários. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABOODARDA, S. J.; SPENCE, A. J.; BUTTON, D. C. Pain pressure threshold of a muscle tender spot increases following local and non-local rolling massage. BMC musculoskeletal disorders, v. 16, n. 1, p. 1-10, 2015.

AMARAL, F. F. et al. A terapia por vibração do corpo inteiro promove melhora do equilíbrio na doença de Parkinson? Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde, [S. l.], v. 25, p. 1–7, 2020.

ARAÚJO, O. G. A. H. et al. Doença de Parkinson: efeito da terapia vibratória no recrutamento da musculatura postural. Fisioterapia Brasil, v. 20, n. 1, 2019.

CHEATHAM, S.W; STULL, S.W; KOLBER, M.J. Comparison of a vibrating foam roller and a non-vibrating foam roller intervention on knee range of motion and pressure pain threshold: a randomized controlled trial. J Sport Rehabil, p. 1-23, 2017.

COCHRANE, D. J. Effectiveness of using wearable vibration therapy to alleviate muscle soreness. European journal of applied physiology, v. 117, n. 3, p. 501-509, 2017.

DE ARAÚJO CARVALHO, A. C. S. et al. Efeitos da intervenção fisioterápica em mulheres com dispareunia no período pós-parto: uma revisão integrativa. Revista de Casos e Consultoria, v. 13, n. 1, p. e28466-e28466, 2022.

DUEÑAS, L. et al. The effect of vibration therapy on neck myofascial trigger points: A randomized controlled pilot study. Clinical Biomechanics, v. 78, p. 105071, 2020.

IMTIYAZ, S.; VEQAR, Z.; SHAREEF, M. Y. To compare the effect of vibration therapy and massage in prevention of delayed onset muscle soreness (DOMS). Journal of clinical and diagnostic research: JCDR, v. 8, n. 1, p. 133, 2014.

IODICE, P.; RIPARI, P.; PEZZULO, G. Local high-frequency vibration therapy following eccentric exercises reduces muscle soreness perception and posture alterations in elite athletes. European journal of applied physiology, v. 119, n. 2, p. 539-549, 2019.

KIM, H. et al. Effect of whole body horizontal vibration exercise in chronic low back pain patients: vertical versus horizontal vibration exercise. Annals of rehabilitation medicine, v. 42, n. 6, p. 804-813, 2018.

LEAL, T. B. et al. Análise da Realidade Virtual na unidade de terapia intensiva: uma revisão integrativa: uma revisão integrativa. Revista de Casos e Consultoria, v. 13, n. 1, 2022.

NUNES, F. S. et al. Método Pilates como intervenção para mulheres com Fibromialgia: revisão integrativa. Revista de Casos e Consultoria, v. 12, n. 1, p. e27388-e27388, 2021.

SANTOS, H. P. M. et al. Impacto da dor musculoesquelética na incapacidade funcional. Fisioterapia e Pesquisa [online]. v. 27, n. 1, 2022.

SILVA, N. E. Efeito da massagem vibratória na melhora da dor lombar em mulheres com dismenorréia primária: ensaio clínico controlado, aleatorizado e cego. Revista Científica UMC, v. 5, n. 3, 2020.

TIGGEMANN, C. L. et al. Associação entre prevalência de dor musculoesquelética e variáveis do treinamento de força. Pensar a Prática, Goiânia, v. 23, 2020.

VEQAR, Z.; IMTIYAZ, S. Vibration therapy in management of delayed onset muscle soreness (DOMS). Journal of clinical and diagnostic research: JCDR, v. 8, n. 6, p. LE01, 2014.

Downloads

Publicado

17-02-2023

Como Citar

PEREIRA DA CRUZ SILVA, R. .; NEVES VITAL SANTORO AUTRAN, G. .; OTÁVIO REIS DA SILVA, M.; DA SILVA PINHEIRO, P. J.; MOURA WEHMUTH SAMPAIO, P. E. .; MALDANER, A. C. .; FERNANDES SALVADOR DE OLIVEIRA, B. M. .; SILVA RAMOS , G. .; RODRIGUES DE LIRA, D.; LEAL SOUSA, D. Uso da terapia vibratória na dor músculo-esquelético: uma revisão integrativa da literatura. Revista de Casos e Consultoria, [S. l.], v. 14, n. 1, p. e30964, 2023. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/casoseconsultoria/article/view/30964. Acesso em: 22 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos de Revisão