INTERVENÇÃO EDUCACIONAL E PERFIL DE UM GRUPO DE DIABÉTICOS DE UM MUNICÍPIO DO NORDESTE BRASILEIRO: AÇÃO DE EXTENSÃO MULTIDISCIPLINAR

  • Caroline Gomes Gonçalves UFRN
  • Cássio Simão Bandeira Dias
  • Chaiany Joyce Dantas Palhares Fonseca Gomes
  • Débora Cristina de Oliveira Cassiano
  • Fharlley Lohann de Medeiros Rodrigues da Silva
  • Marcello Barbosa Otomi Gonçalves Guedes
  • Luís Cesar de Medeiros
  • Raiane de Araújo Figueiredo
  • Samara Natani Fontoura
  • Sheyse da Silva Cortez Gomes
  • Tássia Virgínia dos Santos Silva
Palavras-chave: Diabetes. Educação em saúde. Atenção primária à saúde. Saúde coletiva.

Resumo


O diabetes mellitus (DM) é um grupo de doenças caracterizado por altas concentrações de glicose sanguínea resultantes de ou defeitos na secreção de insulina ou ação da insulina ou mesmo ambos. Sem insulina eficiente, ocorre hiperglicemia, a qual pode levar a diversas complicações. Objetivos: Determinar o perfil de um grupo de diabéticos com relação a variáveis antropométricas, são elas: idade, pressão arterial, níveis glicêmicos, suas percepções e ações frente ao quadro da doença. Também promover uma intervenção educacional multidisciplinar entre diabéticos do município de Santa Cruz-RN e analisar a percepção desses indivíduos com relação à sua importância. Metodologia: Trata-se de um estudo transversal observacional, realizado no município de Santa Cruz – RN por docentes e discentes da UFRN/FACISA no mês de maio de 2014. Resultados: Neste estudo participaram 14 mulheres e 16 homens. As idades variaram de 27 a 98 anos, com média de 67,87 anos. Com relação ao Índice de Massa Corporal (IMC) 77% dos diabéticos apresentou IMC com sobrepeso ou obeso. A pressão arterial sistólica média foi de 140,63 mmHg e pressão arterial diastólica média foi de 80,33 mmHg, sendo, portanto, ligeiramente mais elevada que o normal considerado pela Sociedade Brasileira de Hipertensão. A média da medida casual glicêmica foi de 170,77 mg/ dL, bem acima da referência ideal de 140 mg/ dL da medida pós-prandial. Conclusões: Os diabéticos avaliados apresentaram níveis elevados de glicemia, pressão arterial e IMC. A maior parte deles nem monitora sua glicemia de forma apropriada nem praticam atividade física regularmente, fatores esses que podem interferir negativamente no quadro geral da patologia e de saúde. 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
14-03-2017
Como Citar
GONÇALVES, C. G.; DIAS, C. S. B.; GOMES, C. J. D. P. F.; CASSIANO, D. C. DE O.; SILVA, F. L. DE M. R. DA; GUEDES, M. B. O. G.; MEDEIROS, L. C. DE; FIGUEIREDO, R. DE A.; FONTOURA, S. N.; GOMES, S. DA S. C.; SILVA, T. V. DOS S. INTERVENÇÃO EDUCACIONAL E PERFIL DE UM GRUPO DE DIABÉTICOS DE UM MUNICÍPIO DO NORDESTE BRASILEIRO: AÇÃO DE EXTENSÃO MULTIDISCIPLINAR. Revista Extensão & Sociedade, v. 6, n. 1, p. 1 - 13, 14 mar. 2017.
Seção
Artigos