VISITAS DOMICILIARES EM PACIENTES DISFÁGICOS: EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA FAMILIARES E CUIDADORES

  • Priscilla Mayara Estrela Barbosa
  • Ana Elizângela Monte Almeida

Resumo


A atuaçáo da Fonoaudiologia no Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) busca aproximar os conhecimentos técnicos/científicos as práticas em Atençáo Primária à Saúde. Dentre as áreas estratégicas do NASF, evidencia-se a reabilitaçáo/saúde integral da pessoa idosa, historicamente associada aos níveis secundários e terciários, desafio também da Fonoaudiologia, em áreas como a Disfagia. Objetivo: Relatar a experiência de visitas domiciliares em pacientes disfágicos encaminhados pelos médicos e enfermeiros da Estratégia de Saúde da Família (ESF) no município de Caucaia – Ceará. Procedimentos: Foram realizadas 82 visitas domiciliares a 41 pacientes acamados com queixa de disfagia residentes na regiáo da Sede (NASF 1) nos meses de agosto de 2010 a março de 2011. Cada cliente recebeu duas visitas de Fonoaudiologia acompanhada do Agente Comunitária de Saúde (ACS), com intervalo de 45 dias entre elas. A primeira visita consistiu numa avaliaçáo da deglutiçáo, orientações sobre escolha da consistência e textura apropriadas, postura adequada, opçáo e adaptaçáo do utensílio e manobras facilitadoras de deglutiçáo e proteçáo de vias aéreas, quando necessário, além da orientaçáo prática durante uma refeiçáo feita pelo paciente com auxílio do familiar/cuidador. A segunda visita foi realizada para ratificar as condutas praticadas pelas famílias e reavaliaçáo da deglutiçáo dos usuários. No mês de março de 2011 foi realizado um encontro em um Centro de Saúde da Família (CSF) para todos cuidadores e familiares dos pacientes visitados, com participaçáo de 14 cuidadores. Resultados: Durante a visita, família e cuidadores participaram da construçáo do processo de alimentaçáo/deglutiçáo do usuário, identificando fatores de risco para Disfagia e contribuindo com idéias para intervenções centradas em cada indivíduo. As ACS contribuíram nessa açáo visitando as famílias periodicamente a fim de sanar dúvidas e perpetrar a uniáo entre o NASF, equipes da ESF e pacientes e suas famílias. Observou- se incorporaçáo das práticas educativas e terapêuticas no cuidado diário, reduçáo significativa nos sinais clínicos de aspiraçáo traqueal na deglutiçáo e maior adesáo e continuidade no tratamento realizado pelos médicos e enfermeiros nos CSF. Conclusáo: As visitas domiciliares sáo importante estratégia em Educaçáo em Saúde e efetivamente apropria os usuários na tomada de decisáo quanto a sua saúde.Palavras-Chave: Atençáo primária à saúde; NASF; Visita domiciliar; Fonoaudiologia; Disfagia

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
21-09-2011
Como Citar
BARBOSA, P. M. E.; ALMEIDA, A. E. M. VISITAS DOMICILIARES EM PACIENTES DISFÁGICOS: EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA FAMILIARES E CUIDADORES. Revista Extensão & Sociedade, v. 2, n. 3, 21 set. 2011.