PROPOSTA DE PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO ELETROMIOGRÁFICA DOS MÚSCULOS DA EXPRESSÃO FACIAL EM LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

  • Adriana Di Donato
  • Hilton Justino da Silva
  • Gerlane Karla B. O. Nascimento
  • Veridiana da Silva Santos
  • Márcio Martins Leitão

Resumo


Introduçáo: As marcações náo-manuais como nível gramatical das línguas espaço-visuais sáo objeto de estudo da Línguística, entretanto, carece de investigações no campo do estudo da musculatura envolvida na expressáo facial nestas marcações. O comportamento miofuncional na face em surdos sinalizadores poderá interferir na produçáo linguística parcial ou integralmente, em particular nas expressões negativas. As negativas na Libras possuem uso predominante dos músculos frontal e orbicular superior e inferior da boca. A eletromiografia poderá contribuir singularmente na construçáo de dados de melhor entendimento do comportamento destes músculos em Libras Objetivo: Propor um protocolo de avaliaçáo eletromiográfica dos músculos da expressáo facial de negaçáo na produçáo linguística da Libras. Métodos: O Protocolo de Avaliaçáo Eletromiográfica em Libras (PAEL) foi construído com desenho na Psicolinguística Experimental, com técnica de leitura automonitorada. Para o estudo, foi produzido um vídeo em Libras, contendo instruções iniciais e os enunciados. A combinaçáo experimental compreende trinta enunciados, sendo 10 experimentais e 20 distratores.Extensáo e Sociedade – 2011 – Ano 2 – Nº 3 – Vol. 2 - PROEXProcedimentos: (a) o avaliador realiza os procedimentos eletromiográficos pertinentes; (b) o participante visualiza o vídeo em tela igual ou superior a 14’’, compreende as instruções iniciais e após o processamento de cada frase deverá responder “sim” ou “náo”; (c) o comando da passagem de cada frase visualizada é controlado pelo participante acionando/liberando a tecla pausa; (d) o avaliador apenas iniciará a captura do sinal elétrico muscular nas frases experimentais, que apresentam ordenaçáo fixa. A captura do sinal náo deve ser no campo visual do participante, evitando contaminaçáo nas respostas. Resultados: O PAEL foi aplicado experimentalmente em estudo piloto, mostrando-se eficiente para surdos e ouvintes intérpretes da Libras. Após o piloto, verificou-se a necessidade dos seguintes ajustes: melhor fixaçáo dos eletrodos para maior conforto do participante na captura do sinal e reorganizaçáo dos enunciados com produçáo de novo vídeo. Conclusáo: A aplicaçáo do PAEL apresenta-se viável à medida que náo implica fluência em Libras pelo avaliador. Outro aspecto relevante consta na possibilidade de avaliaçáo náo só de surdos, mas de profissionais intérpretes de Libras. O PAEL intenta contribuir para a acessibilidade da saúde comunicacional de surdos brasileiros, podendo ainda ser adaptado para outras línguas de sinais.
Palavras-Chave: Eletromiografia. Protocolo. Linguagem de Sinais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
13-03-2012
Como Citar
DONATO, A. D.; SILVA, H. J. DA; NASCIMENTO, G. K. B. O.; SANTOS, V. DA S.; LEITÃO, M. M. PROPOSTA DE PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO ELETROMIOGRÁFICA DOS MÚSCULOS DA EXPRESSÃO FACIAL EM LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS. Revista Extensão & Sociedade, v. 2, n. 3, 13 mar. 2012.