EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO FACIAL PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE NO COMBATE A COVID-19

(Artigo) ESTUDO DE CASO DA PRODUÇÃO UTILIZANDO IMPRESSORAS 3D DE BAIXO CUSTO NA UFERSA – CARAÚBAS

  • Francisco Augusto Alves do Carmo Júnior UFERSA
  • Renata Farias Galvão UFERSA
  • Francisco de Assis Brito Filho UFERSA

Resumo


Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) (2020), a atual crise sanitária sem precedentes que o mundo enfrenta atualmente com o novo coronavírus, constitui uma emergência de saúde pública. Diante desta situação, a união entre diferentes setores da sociedade se faz fundamental para ajudar no combate à pandemia. O projeto de produção de protetores faciais (face shields) é uma extensão da Universidade Federal Rural do Semi-Árido, cujo objetivo é contribuir com a prevenção dos profissionais de saúde. Sua metodologia envolve utilização de impressoras 3D de baixo custo para confecção dos equipamentos. Os resultados incluem, além da quantidade produzida, pesquisa de opinião com finalidade de melhoramento da eficácia do produto.

Palavras-chave: impressão 3D; face shield; covid-19.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Augusto Alves do Carmo Júnior, UFERSA

Bacharel em Ciências e Tecnologia pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA e atualmente graduando no curso de Engenharia Elétrica, pela mesma instituição. Integrante do Laboratório de Instrumentação e Engenharia Biomédica - LIEB, desenvolve o projeto de um sistema para medição de dados vitais específicos por fotopletismografia, e participante na produção de face shields usando impressão 3D para ajuda no combate a Covid-19.

Renata Farias Galvão, UFERSA

Bacharela em Ciência e Tecnologia pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA (2017), onde atuou como bolsista do International GeoGebra Institute of Rio Grande do Norte e com o programa de monitoria. Atualmente é aluna de Engenharia Elétrica pela UFERSA e bolsista de extensão na área de engenharia biomédica, onde desenvolve modelagem 3D para wearable e para desenvolvimento de phantom de mama.

Francisco de Assis Brito Filho, UFERSA

Engenheiro Eletricista e Mestre em Engenharia Elétrica e de Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Doutor em Engenharia Elétrica pela Universidade de São Paulo (USP). Fundou a empresa POTYCHIP, onde atuou no desenvolvimento de sistemas para automação industrial e residencial. Especialista em Projeto de Circuitos Integrados para Rádio Frequências (formado pela Cadence Design Systems – EUA, no âmbito do Programa CI-Brasil, e pelo IMS Bourdeaux - França). Atuou por 4 anos e meio como Engenheiro Projetista de Circuitos Integrados na empresa LSITEC, em São Paulo. Atualmente é Professor e Pesquisador na Universidade Federal Rural do Semi Árido (UFERSA), onde coordena os laboratórios de pesquisa em Microeletrônica e Radiofrequências – LAMERF, e em Instrumentação e Engenharia Biomédica – LIEB. Suas áreas de interesse são: microeletrônica e sistemas embarcados; circuitos para rádio frequências e aplicações de imageamento; micro-ondas e terahertz; circuitos e sistemas utilizando técnicas de impressão 3D; instrumentação e engenharia biomédica.

Publicado
04-09-2020
Como Citar
ALVES DO CARMO JÚNIOR, F. A.; FARIAS GALVÃO, R.; BRITO FILHO, F. DE A. EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO FACIAL PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE NO COMBATE A COVID-19. Revista Extensão & Sociedade, v. 12, n. 1, 4 set. 2020.
Seção
Edição Especial - COVID-19