A IMPORTÂNCIA DA LITERATURA DE AUTORAS NEGRAS BRASILEIRAS NA LUTA ANTIRRACISTA

  • Giselle Maria Santos de Araujo IFRS Campus Alvorada

Resumo


Em 2019 e 2020, coordenamos dois projetos de Extensão que se voltavam à temática antirracista no (nome do local do projeto). Os projetos tiveram como base metodológica a análise da literatura de escritoras negras brasileiras. Este artigo é resultado de reflexões advindas com os projetos. Defendemos que há a construção de uma tradição literária feminina negra a partir da escrita de Carolina Maria de Jesus, esta antecedida por outras escritoras negras que lançaram a semente dessa tradição. Argumentamos que, a partir da escrita de Carolina, cria-se uma estética negra feminina que se baseia em quebrar o silenciamento imposto às mulheres pretas no nosso país. Nossa hipótese é que a escrita poderosa de escritoras negras brasileiras se apresenta como força motriz no combate ao racismo. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Giselle Maria Santos de Araujo, IFRS Campus Alvorada

Giselle Maria Santos de Araujo é professora EBTT de Língua Portuguesa, Espanhol e Literatura do IFRS - Campus Alvorada. É mestra em Literatura Comparada e doutoranda em Letras Neolatinas pela UFRJ, na qual desenvolve pesquisa no campo dos Estudos Afrolatinoamericanos. Coordenadora dos Projetos de Extensão "Autoras negras brasileiras: literatura para ter voz" e "Tópicos em Educação Antirracista", é membro do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (NEABI) do IFRS Campus Alvorada e membro titular da Banca de Heteroidentificação do IFRS. Ficcionista, é autora dos livros de contos "A estação" (Annablume, 2010) e "Aula" (Appris,2020).

Publicado
10-05-2021
Como Citar
SANTOS DE ARAUJO, G. M. A IMPORTÂNCIA DA LITERATURA DE AUTORAS NEGRAS BRASILEIRAS NA LUTA ANTIRRACISTA. Revista Extensão & Sociedade, v. 12, n. 1, 10 maio 2021.