Igrejas e irmandades da freguesia de Santana, Salvador - BA

espaço, memória e identidade

Autores

  • Edilece Couto UFBA
  • Lucas Stasi UFBA

Resumo

Este artigo trata dos diferentes usos e significados de um monumento, a Igreja do Santíssimo Sacramento e Sant’Ana, construído para funções religiosas em Salvador - Ba, no século XVIII. Porém, clérigos e leigos reunidos na irmandade de mesmo nome, responsáveis pela sua manutenção, incorporaram a defesa do seu patrimônio, recorrendo, inclusive, à memória de eventos políticos e a uma personalidade histórica como elementos que justificam a preservação do espaço, assim como sua memória e identidade. Para essa análise, apresentamos as irmandades religiosas da freguesia de Santana que, naquele espaço, criaram e fortaleceram laços de religiosidade, identidade e sociabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edilece Couto, UFBA

Doutora em História - Universidade Estadual Paulista - UNESP, campus de Assis-SP. Professora Associada do Departamento de História - Universidade Federal da Bahia. edilece@ufba.br

Lucas Stasi, UFBA

Doutorando e Mestre em História - Universidade Federal da Bahia - UFBA. lucas.stasi@hotmail.com

Downloads

Publicado

16-11-2023

Como Citar

COUTO, E.; STASI, L. Igrejas e irmandades da freguesia de Santana, Salvador - BA: espaço, memória e identidade. Mneme - Revista de Humanidades, [S. l.], v. 21, n. 44, 2023. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/mneme/article/view/21736. Acesso em: 20 jun. 2024.