Da trama: práticas mágicas/feitiçaria como espelho das relações sociais - Minas Gerais, século XVIII

Autores

  • André Nogueira

Palavras-chave:

Devassas eclesiásticas, Perseguição religiosa, Sociedade Mineira do século XVIII

Resumo


O presente artigo trás como proposta analisar alguns aspectos das práticas definidas como feitiçaria nas Minas Gerais no correr do "século do ouro", principalmente valendo-se da documentaçáo produzida pelas devassas eclesiásticas, que podem ser encontradas no Arquivo Eclesiástico da Arquidiocese de Mariana (AEAM). Privilegiamos para tanto um duplo olhar: como há uma aparente idiossincrasia no trato deste delito envolvendo a justiça do bispado de Mariana e o tribunal do Santo Ofício, principalmente na segunda metade do século XVIII; bem como interessa-nos traçar o perfil social de nossos agentes e as motivações que embalavam suas práticas nos arraiais auríferos.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

12-07-2010

Como Citar

NOGUEIRA, A. Da trama: práticas mágicas/feitiçaria como espelho das relações sociais - Minas Gerais, século XVIII. Mneme - Revista de Humanidades, [S. l.], v. 5, n. 11, 2010. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/mneme/article/view/228. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos