A recategorização sintático-semântica do item gramatical sem: de preposição a conjunção

  • Camilo Rosa Silva Universidade Federal da Paraíba
  • Marta Anaísa Bezerra Ramos UEPB
Palavras-chave: Recategorização. Preposição. Conjunção.

Resumo


Analisamos o comportamento funcional da preposição SEM (QUE), nos contextos em que antecede estrutura desenvolvida ou reduzida, observando que essa(s) forma(s) compartilha(m) a propriedade de estabelecer relações lógico-semânticas entre uma oração nuclear e outra satélite. Tal fato provoca a recategorização sintático-semântica da preposição, que atua como nexo oracional. A partir da descrição, nos dados coletados para análise, dos contextos de ocorrência desses conectores/transpositores, objetivamos indicar regularidades de uso dessas estruturas oracionais, discutindo os condicionamentos linguísticos, textuais e interacionais que concorrem para que uma estrutura tenha preferência sobre a outra. Nessa perspectiva, buscamos ampliar o estudo do mecanismo de articulação via hipotaxe adverbial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camilo Rosa Silva, Universidade Federal da Paraíba
Doutor em Letras, Professor Associado da UFPB, Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas e Programa de Pós-Graduação em Linguística.
Marta Anaísa Bezerra Ramos, UEPB
Doutora em Linguística, Professora do Departamento de Letras da Universidade Estadual da Paraíba, Campus de Campina Grande.
Publicado
20-12-2017
Como Citar
SILVA, C. R.; RAMOS, M. A. B. A recategorização sintático-semântica do item gramatical sem: de preposição a conjunção. Revista Odisseia, v. 2, p. p. 80 - 102, 20 dez. 2017.
Seção
Artigos