Imagens, palavras, feridas: diálogos entre literatura e fotografia

Palavras-chave: literatura. fotografia. diálogos literários.

Resumo


O artigo problematiza as relações entre literatura e fotografia partindo do romance O corpo interminável, narrativa em que o tema da fotografia encontra espaço predominante.  Para a leitura teórica foram selecionados pesquisadores do campo da fotografia, tais como Benjamin (1996), Barthes (1984), Cartier-Bresson (2015), Sontag (2004), Bazin (1991) e Machado (2015). Buscou-se, nos pontos principais desenvolvidos pelos autores, a aplicabilidade das teorias para a leitura do texto literário, propiciando um discurso interartístico que potencializa novos elos entre literatura e fotografia.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janaína Buchweitz e Silva, Universidade Federal de Pelotas

Graduada em Letras- Habilitação em Língua Espanhola e Literaturas de Língua Espanhola pela Universidade Federal de Pelotas (2002). Especialista em Língua Espanhola (UCPel - 2004), Especialista em Educação (UFPel - 2009), e Especialista em Educação para a Diversidade (UFRGS - 2014). Mestra em Letras - Área de Literatura Comparada (UFPel - 2017). Graduada em Letras- Habilitação em Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa pela ULBRA Canoas (2019). Doutoranda em Letras na UFPel, com ingresso em 2018/2. Áreas de interesse: escritas de si, autoficção, autobiografia, testemunho, literatura brasileira contemporânea, literatura e ditadura, literatura de autoria feminina.

Publicado
29-07-2021
Como Citar
BUCHWEITZ E SILVA, J. Imagens, palavras, feridas: diálogos entre literatura e fotografia. Revista Odisseia, v. 6, n. 2, p. 1-16, 29 jul. 2021.
Seção
Artigos