Nativos da fronteira: uma análise dialógica dos contos Feral Lasers e The Red Coin de Gerald Vizenor

Autores

  • Luiz Afonso Lima dos Santos Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Palavras-chave:

Dialogismo. Círculo (de Bakhtin). Gerald Vizenor. Literatura nativo-americana. Fronteira cultural e identitária.

Resumo

Este artigo tem como objetivo divulgar as literaturas de minorias (o que são, quem as escreve), especificamente a literatura dos nativos da América do Norte. É intento do artigo, também, discutir as relações existentes entre duas culturas, como elas se manifestam e qual o resultado desse choque nos contos do escritor nativo americano Gerald Vizenor. Tais relações serão evidenciadas durante a análise dos contos Feral Lasers e The Red Coin. A análise será feita com base na metodologia proposta por Valentin Voloshinov para uma análise sociológica do discurso – uma resposta aos extremos do formalismo russo e do determinismo social – segundo a qual o foco analítico é o que está materializado na obra, mas não se limita a ele, pois ele pede significação social. Com base na análise dos contos foi identificada uma fronteira cultural e identitária concebida pelo contato feito entre duas culturas distintas que permeia as personagens e o mundo que elas habitam.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

23-06-2016

Como Citar

LIMA DOS SANTOS, L. A. Nativos da fronteira: uma análise dialógica dos contos Feral Lasers e The Red Coin de Gerald Vizenor. Revista Odisseia, [S. l.], n. 14, p. p. 37 – 51, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/odisseia/article/view/9701. Acesso em: 27 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos