Las ambiguidades de la negación: un análisis lógico-linguí­stico

Autores

  • Jorge Alberto Molina

Resumo

Este artigo tem por objetivo expor algumas ideias para elaborar uma perspectiva teórica sobre a negaçáo que permita comparar as abordagens dos filósofos, lógicos e linguistas sobre esse tema. Na introduçáo sáo apresentadas algumas das questões discutidas sobre a negaçáo. Na primeira parte é feita a distinçáo entre frase, enunciado e proposiçáo. Essa análise nos permitirá por um lado diferenciar entidades linguísticas (frases, enunciados) de entidades lógicas (proposições), e pelo outro separar três planos na abordagem das questões sobre a negaçáo: o plano do código linguístico, o do uso do código linguístico ou plano da enunciaçáo, e o plano da lógica. Na segunda parte distinguimos entre os conceitos de oposiçáo, de negaçáo e de expressáo intrínsecamente negativa. Na terceira parte abordamos a teoria fregeana da negaçáo a partir das distinções feitas anteriormente. Na quarta parte discutimos as concepções de Platáo e de Aristóteles sobre a negaçáo. Na quinta parte distinguimos entre a negaçáo de um enunciado, a negaçáo de uma componente de enunciado, a negaçáo proposicional e a negaçáo predicativa. Na sexta parte discutimos a questáo de se haveria um ato ilocucionário de negar oposto ao ato de afirmar. Na última parte apresentamos nossas conclusões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

23-09-2010

Como Citar

MOLINA, J. A. Las ambiguidades de la negación: un análisis lógico-linguí­stico. Princípios: Revista de Filosofia (UFRN), [S. l.], v. 16, n. 25, p. 63–90, 2010. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/principios/article/view/441. Acesso em: 23 fev. 2024.