O MARAVILHOSO COMO MUNDO (FICCIONAL) POSSÍVEL

  • Jairo Dias Carvalho Universidade Federal de Uberlândia
Palavras-chave: Mundos ficcionais maravilhosos, Poética dos mundos possíveis, Leibniz, Mundos possíveis

Resumo

O presente artigo pretende mostrar uma interpretação do
“maravilhoso” à luz da poética dos mundos possíveis. Compreende o
maravilhoso, não como um gênero literário, mas como uma noção
primitiva de ordem de mundo possível. O mundo ficcional
maravilhoso é um tipo de mundo possível e sua compreensão
depende da elucidação de sua macroestrutura modal de ordem
como vamos mostrar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BAUMGARTEN, A. G. Estetica – A lógica da Arte e do Poema. Tradução de Miriam Sutter Medeiros. Petrópolis:Vozes, 1993.

DOLEZEL, Lubomir. Heterocosmica: Ficción y mundos posibles. Trad. Félix Rodríguez. Madrid: Arcos Livros, 1999 (a).

DOLEZEL, Lubomir. Estudios de Poética y Teoría de La Ficción. Prológo de T. Pavel. Tradu. Joaquin Martinez Lorente. Murcia: Universidad de Murcia, 1999(b).

LEIBNIZ, G. Discours de Metaphysique et correspondance avec Arnauld. Introduction, textes et commentaire par G. Le Roy. Paris: Vrin, 1993.

TODOROV. T. Introdução à Literatura Fantástica. Trad. Maria Clara Correa Castello. Ed. Perspectiva: Rio de Janeiro, 1975

Publicado
14-07-2015
Como Citar
CARVALHO, J. D. O MARAVILHOSO COMO MUNDO (FICCIONAL) POSSÍVEL. Princípios: Revista de Filosofia (UFRN), v. 20, n. 34, p. 217-237, 14 jul. 2015.