DEPRESSÃO E ANSIEDADE NA ENFERMAGEM EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

  • Malom Bhenson Tavares Barbosa ASCES-UNITA
  • Daniela Barbosa de Lima Nascimento
  • Rebeca Larissa Nepomuceno Torres
  • Carla Patrícia Pereira de Moraes
  • Erika Cristiane Soares da Silva
  • Manayra Windysa de Sousa Silva
  • Michel Gomes de Melo

Resumo


Introdução: A depressão é definida como uma síndrome, composta de diversos sintomas físicos e emocionais, com implicações sobre as capacidades dos indivíduos em suas diversas esferas. Numa UTI, é quesito que o profissional possua agilidade na tomada de decisões, um cuidado livre de danos, conhecimento e controle emocional. Esses elementos, agregados aos hábitos de vida, conflitos e estresse no ambiente laboral podem desencadear nesses profissionais transtornos como depressão e ansiedade. Objetivo: Identificar a prevalência de depressão e ansiedade em profissionais de enfermagem que atuam em Unidade de terapia intensiva adulto. Metodologia: Pesquisa descritiva, transversal com abordagem quantitativa. Por tratar-se de um censo, a população foi composta por toda equipe de enfermagem que atua em Unidade de terapia intensiva Adulto e que atendiam aos critérios de elegibilidade. Para a coleta de dados utilizou-se um questionário sociodemográfico e os inventários de depressão e ansiedade de Beck. Adotou-se estatística descritiva para a análise dos dados. Resultados: A média de idade dos profissionais foi de 35 anos, onde 86% são do gênero feminino e sua maioria são casados (46%). Observou-se que 77% da amostra não apresenta sintomas depressivos. Já no que se refere aos sintomas ansiosos, 85% apresentaram grau mínimo de ansiedade. Conclusões: Os resultados desse estudo evidenciaram uma baixa prevalência de depressão e ansiedade. Tais resultados trazem aos gestores de saúde a possibilidade de atentar-se e rever as práticas adotadas nas instituições hospitalares. Recomenda-se que outros estudos, com análises mais robustas, sejam realizados no intuito de se ampliar o conhecimento sobre a temática.

Palavras-Chave: Depressão; Ansiedade; Saúde mental; Equipe de enfermagem; Unidades de Terapia Intensiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
23-09-2020
Como Citar
BHENSON TAVARES BARBOSA, M.; BARBOSA DE LIMA NASCIMENTO, D.; LARISSA NEPOMUCENO TORRES, R.; PATRÍCIA PEREIRA DE MORAES, C.; CRISTIANE SOARES DA SILVA , E.; WINDYSA DE SOUSA SILVA , M.; GOMES DE MELO, M. DEPRESSÃO E ANSIEDADE NA ENFERMAGEM EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA. Revista Ciência Plural, v. 6, n. 3, p. 93-107, 23 set. 2020.