EXPERIÊNCIA DO PROFESSOR NA IDENTIFICAÇÃO DO BULLYING NA ESCOLA

  • Aretuza Marques Bottós Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Odontologia, Araçatuba
  • Adriana Alves Costa Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Odontologia, Araçatuba
  • Artênio José Ísper Garbin Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Odontologia, Araçatuba https://orcid.org/0000-0002-7017-8942
  • Tânia Adas Saliba Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Odontologia, Araçatuba https://orcid.org/0000-0003-1327-2913
  • Cléa Adas Saliba Garbin Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Odontologia, Araçatuba https://orcid.org/0000-0001-5069-8812

Resumo


Introdução: Atualmente, o bullying é uma das principais formas de violência nas escolas, podendo provocar severos danos psicológicos e físicos em suas vítimas. A inserção do professor tem sido apontada como o fator crucial no enfrentamento e na resolução da problemática. Objetivo: Objetivou-se neste estudo, verificar a experiência do professor no reconhecimento do bullying e na sala de aula. Metodologia: Trata-se de um estudo transversal descritivo, composto por 73 professores que atuam com crianças na faixa etária de 10 a 12 anos, de um total de 138 educadores, de 22 escolas da rede pública estadual de um município do interior do estado de São Paulo. Para a coleta de dados, aplicou-se um questionário misto e para a interpretação dos resultados, utilizou-se a frequência e análise de conteúdo. Resultados: Do total de participantes, 83,5% tinham até 10 anos de trabalho como professor e 72,6% afirmou já ter presenciado episódios de discriminação e/ou violência entre os adolescentes na sala de aula, onde 86,3% salientou sentir tristeza, indignação e revolta diante de tais atos. Em relação à atitude que tomariam diante ao bullying, prevaleceu o diálogo como sendo a medida mais eficaz, ressaltando ainda que o incentivo a participação dos pais na vida dos filhos favoreceria a melhora do comportamento. Conclusões: Conclui-se que os educadores identificam o bullying na sala de aula e se sentem tristes diante da situação, considerando o diálogo e a participação da família na vida das crianças como fatores essenciais no combate ao problema.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
26-08-2021
Como Citar
MARQUES BOTTÓS, A.; ALVES COSTA, A.; JOSÉ ÍSPER GARBIN, A.; ADAS SALIBA, T.; ADAS SALIBA GARBIN, C. EXPERIÊNCIA DO PROFESSOR NA IDENTIFICAÇÃO DO BULLYING NA ESCOLA . Revista Ciência Plural, v. 7, n. 3, p. 16-29, 26 ago. 2021.