Respiração microbiana do solo relacionada ao conteúdo de água no solo e a temperatura do solo, na época do Equinócio de primavera, em Olho D’Água do Casado, Semiárido de Alagoas

Autores

  • Geovânia Ricardo dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.21680/2447-3359.2016v2n0ID10549

Resumo

A respiração microbiana do solo é a absorção de O2 ou liberação de CO2 para a atmosfera, através das trocas gasosas produzidas pelo metabolismo dos organismos que vivem no solo. Objetivou-se avaliar a respiração microbiana do solo relacionada ao conteúdo de água no solo e a temperatura do solo, na época do Equinócio de primavera, em Olho D’Água do Casado, Semiárido de Alagoas. A pesquisa foi executada no munícipio de Olho D’Água do Casado-Alagoas. Foram definidos 10 pontos de coleta, totalizando 20 pontos, perfazendo 10 amostras no turno noturno (17h às 5 h) e 10 no turno diurno (5 às 17 h). As emissões de CO2 liberado do solo foram determinadas com solução de KOH 0,5 N e titulada com HCl 0,1 N. Como indicador foi utilizado a fenolftaleina e alaranjado de metila a 1%. Para medição do CO2, os recipientes de vidros com a solução de 10 mL de KOH a 0,5 N, foram rapidamente destampados e cobertos com os baldes plásticos de 22L de formato cilíndrico, cobrindo o solo a uma área de 697,46 cm², onde foram enterrados a 3 cm no solo, evitando as trocas gasosas com a atmosfera. No processo de distribuição da solução nos recipientes de vidros, foram utilizados frascos testemunhos, mantidos hermeticamente fechado, que também foram submetidos à titulação. Logo após o período de 12 horas de permanência no local, nos turnos noturno e diurno, os baldes foram retirados e em seguida, os recipientes de vidros contendo a solução de absorção, foram rapidamente tampados e levados para serem titulados. Foram realizadas medidas de temperatura do solo (°C) na profundidade de 10 cm e na mesma profundidade, também foram coletadas amostras de solo para a determinação do conteúdo de água do solo. Os elementos climáticos, conteúdo de água do solo e temperatura do solo influenciam na dinâmica da respiração do solo, havendo menor desprendimento de CO2 nos pontos de menor teor de conteúdo de água do solo; Os maiores valores de respiração do solo (CO2) ocorreram no turno noturno, independente dos pontos de coleta, quando houve menor temperatura do solo; A época de análise e o estado de conservação da área influencia diretamente a dinâmica da respiração do solo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

27-10-2016

Como Citar

SANTOS, G. R. dos. Respiração microbiana do solo relacionada ao conteúdo de água no solo e a temperatura do solo, na época do Equinócio de primavera, em Olho D’Água do Casado, Semiárido de Alagoas. Revista de Geociências do Nordeste, [S. l.], v. 2, p. 885–893, 2016. DOI: 10.21680/2447-3359.2016v2n0ID10549. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/revistadoregne/article/view/10549. Acesso em: 23 jul. 2024.