Trabalho de campo como metodologia de ensino: relato de experiência em Geografia

Autores

  • Lucas Almeida Monte

DOI:

https://doi.org/10.21680/2447-3359.2016v2n1ID10638

Resumo

O espaço geográfico possui elementos que apresentam suas compreensões baseadas em análises diversificadas e aprofundadas, contribuindo para o processo de construção de teorias, das quais são originados conceitos e fundamentos básicos. Nesse sentido, a Geomorfologia surge como a ciência que estuda as formas de relevo, com suas respectivas teorias e conceitos. Para verificação das formas de relevo, o Trabalho de Campo se configura como principal recurso metodológico a ser utilizado nos diferentes níveis de ensino, seja ele básico ou superior, no momento em que a prática de campo proporciona o contato direto entre o pesquisador e o objeto de estudo. Nesse sentido, o presente trabalho tem como objetivo principal o relato de experiência de um Trabalho de Campo realizado em municípios do Piauí e Ceará, com o intuito de verificar in loco a aplicação de conceitos da ciência geomorfológica. Para tanto, revisões bibliográfica foram realizadas a fim de se obter um maior suporte teórico, tal como observações e análises realizadas durante a prática de campo. A partir disso, constata-se a necessidade dos Trabalhos de Campo, com suas respectivas descrições e caracterizações da paisagem, ou seja, proporcionando uma maior relação entre sociedade e natureza.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

02-11-2016

Como Citar

MONTE, L. A. Trabalho de campo como metodologia de ensino: relato de experiência em Geografia. Revista de Geociências do Nordeste, [S. l.], v. 2, n. 1, p. 55–64, 2016. DOI: 10.21680/2447-3359.2016v2n1ID10638. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/revistadoregne/article/view/10638. Acesso em: 1 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos