Registros de desastres associados à estiagem e seca na região do Alto Sertão da Paraíba

Autores

  • Diêgo Alan Mangueira da Silva Universidade Federal da Paraíba
  • Marcelo de Oliveira Moura

DOI:

https://doi.org/10.21680/2447-3359.2018v4n0ID14100

Resumo

Os desastres naturais de ordem climática é um problema histórico na região do semiárido nordestino. A Paraíba é um dos estados brasileiros que mais reconhece desastres de estiagem e seca. Diante desse cenário, buscou-se investigar a frequência dessas ocorrências em uma das regiões de clima semiárido da Paraíba. O objetivo desse artigo é analisar a distribuição espaço-temporal dos desastres deflagrados por estiagem e seca, os quais almejaram decretos por Situação de Emergência (SE) e por Estado de Calamidade Pública (ECP), entre os anos de 2003 a 2016, na região o Alto Sertão da Paraíba. Os dados de reconhecimentos dos desastres foram adquiridos na página do site do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil (SINPDEC) do Ministério da Integração (MI). Foi contabilizado um total de 503 desastres climáticos na região. Desse montante, 493 foram desastres decretados por SE (485 por estiagem e 8 por seca) e 10 desastres de estiagem decretados por ECP.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AESA. Agência Executiva de Gestão de Águas. Disponível em: <http://www.aesa.pb.gov.br/aesa-website/>. Acesso em: 06 nov. 2017.

ALVES, J. M. B. Aspectos climatológicos do Nordeste brasileiro com ênfase a região semiárida: principais causas da variedade pluviométrica. In: Anais do 1º Simpósio sobre Captação de Água de chuva no semiárido Brasileiro. Petrolina, PE, 17 – 21 de novembro de 1997. CD ROM.

AZEVEDO, P. V., SILVA, V. P. R. Índice de seca de Bhalme & Mooley: uma adaptação regional. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE METEOROLOGIA, 8., 1994, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: SBMET, 1994. Vol. 2. p.696-699.

BRASIL, Ministério da Integração Nacional. Instrução Normativa nº 01, de 24 de Agosto de 2012 do Ministério da Integração Nacional, 2012. Disponível em: <http://www.mi.gov.br/documents/10157/3776390/Instru_Normativa_01.pdf/8634a6e3-78cc-422a-aa1d-7312ce7f1055>. Acesso em: 20 set. 2016

BRASIL. Ministério da Integração Nacional. Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil. Situação de emergência e estado de calamidade pública: reconhecimentos realizados, 2016. Disponível em: <http://www.mi.gov.br/reconhecimentos-realizados> Acesso em: 6 mar. 2016.

EMBRAPA, Centro Nacional de Pesquisa de Solos (Rio de Janeiro, RJ). Sistema Brasileiro de classificação de solos . Brasília: SPI, 1999. 412p.

FERREIRA, A. G; MELLO, N.G.S. Principais sistemas atmosféricos atuantes sobre a região Nordeste do Brasil e a influência dos oceanos Pacífico e Atlântico no clima da região. Revista Brasileira de Climatologia, vol.1, nº 1. p.15-28, 2005.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Cidades. Disponível em: <https://cidades.ibge.gov.br/xtras/uf.php?lang=&coduf=25&search=paraiba>. Acesso em: 17 nov. 2016.

MOREIRA, E. R. Estruturação do território municipal paraibano: na busca das origens. Cadernos do LOGEPA, v. 2, n. 2, 2010.

MOURA, M. O; CUNICO, C; TEMOTEO, K. K. S; SILVA, N. T. Desastre natural associado à ocorrência de chuva extrema na cidade de Patos, Paraíba. In: Paraíba: pluralidade e representações geográficas, v.2, SILVA, A. B, GUTIERRES, H. E. P, GALVÃO, J. C. (Org.). Campina Grande: EDUFCG, 2017.

MOURA, M. O; CUNICO, C; NÓBREGA, R. S; DUARTE, C. C. Desastres hidrometeorológicos na região Nordeste do Brasil: distribuição espaço-temporal dos reconhecimentos de Estado de Calamidade Pública. Caderno de Geografia, Belo Horizonte, v. 26, n. 2, p. 259-271. 2016. Disponível em: <http://periodicos.pucminas.br/index.php/geografia/article/view/p.2318-2962.2016v26nesp2p259>. Acesso em: 11 nov. 2017.

OLÍMPIO, J. L. S Analise multicritério dos desastres naturais: um estudo sobre a seca na região nordeste do Brasil. 2017. 238f. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade federal do Ceará, Fortaleza, 2017.

SILVA, L. L. Precipitações Pluviais de Pré-Estação Chuvosa no Período Chuvoso e suas Influências na Produtividade Agrícola da Paraíba. Dissertação (mestrado). Campina Grande: Programa de Pós-Graduação em Meteorologia/UFCG, 2007. 114p.

UNISDR, Terminology on Disaster Risk Reduction. United Nations Office for Disaster Risk Reduction – UNISDR. Geneva: United Nations, 2009, 30p. Disponível em: http://www.preventionweb.net/files/7817_UNISDRTerminologyEnglish.pdf. Acesso em: 07 nov. 2017.

Downloads

Publicado

23-05-2018

Como Citar

SILVA, D. A. M. da; MOURA, M. de O. Registros de desastres associados à estiagem e seca na região do Alto Sertão da Paraíba. Revista de Geociências do Nordeste, [S. l.], v. 4, p. 126–136, 2018. DOI: 10.21680/2447-3359.2018v4n0ID14100. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/revistadoregne/article/view/14100. Acesso em: 6 jul. 2022.