Compartimentação geomorfológica da foz do Rio Jaguaribe e áreas costeiras adjacentes (Ceará, Nordeste do Brasil)

Autores

  • Maria de Lourdes Carvalho Neta Universidade Regional do Cariri - URCA
  • Vanda Claudino Sales Universidade Estadual Vale do Acarau

DOI:

https://doi.org/10.21680/2447-3359.2019v5n2ID16483

Resumo

O presente trabalho apresenta uma análise dos elementos geoambientais e das feições geomorfológicas da desembocadura do Rio Jaguaribe e áreas costeiras adjacentes. Trata-se do recurso hídrico de maior abrangência e importância no Estado do Ceará, com foz caracterizada pela ocorrência de uma série de atividades socioeconômicas que via de regra estão alterando de forma negativa o meio ambiente. A pesquisa foi realizada a partir do uso da análise ambiental, pautada na metodologia geossistêmica, e contou com etapas de gabinete, laboratório (geoprocessamento) e trabalhos de campo, a partir do que foram  consideradas  a planície fluvial, a faixa de praia, os campos de dunas móveis e de dunas fixas, a planície flúvio-marinha e os tabuleiros costeiros. A perspectiva do artigo é contribuir para a ampliação do conhecimento acerca do substrato natural da zona costeira cearense, com foque especial para a área de estudo, visando subsidiar o planejamento ambiental e formas mais sustentáveis de uso e ocupação do espaço regional. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria de Lourdes Carvalho Neta, Universidade Regional do Cariri - URCA

Geografa pela Universidade Federal do Ceara, mestre em Geografia pela Universidade Federal do Ceara, doutoranda em Geografia Fisica pela Universidade Federal de Pernambuco.

Downloads

Publicado

02-07-2019

Como Citar

CARVALHO NETA, M. de L.; CLAUDINO SALES, V. Compartimentação geomorfológica da foz do Rio Jaguaribe e áreas costeiras adjacentes (Ceará, Nordeste do Brasil). Revista de Geociências do Nordeste, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 01–30, 2019. DOI: 10.21680/2447-3359.2019v5n2ID16483. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/revistadoregne/article/view/16483. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos