Análise multitemporal dos focos de queimadas em Teresina, estado do Piauí

Resumo

O estudo objetiva avaliar os focos de queimadas ocorridos no município de Teresina, estado do Piauí, entre os anos de 2015 e 2017, comparando sua distribuição espacial nos quatro últimos meses do ano, tendo em vista que nesse período são registradas as maiores temperaturas no município. Os procedimentos metodológicos contemplam revisão bibliográfica e aquisição da base cartográfica do recorte espacial e temporal da pesquisa. Utilizou-se os registros dos focos de calor obtidos no Banco de Dados de Queimadas (BDQueimadas – INPE). A observação da disposição dos dados intercorreu com o emprego da estatística espacial, evidenciando os fenômenos concentrados com o estimador de densidade de Kernel, aplicados em ambiente de Sistema de Informações Geográficas. Para os meses considerados B-R-O-B-R-Ó, foram identificados 1.521 focos de queimadas entre 2015 e 2017, sendo que os maiores registros foram mapeados nos meses de setembro e outubro. Ao considerar os dados obtidos, pode-se assim propor medidas de monitoramento preventivo, a partir dos cenários tendenciais da concentração dos focos de calor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kamila Ferreira da Silva Carneiro, Universidade Federal do Piauí

Graduando do Curso de Geografia da Universidade Federal do Piauí - UFPI

Emanuel Lindemberg Silva Albuquerque, Universidade Federal do Piauí

Professor Adjunto I do Curso de Geografia da Universidade Federal do Piauí.

Publicado
06-09-2019
Como Citar
CARNEIRO, K. F. DA S.; ALBUQUERQUE, E. L. S. Análise multitemporal dos focos de queimadas em Teresina, estado do Piauí. Revista de Geociências do Nordeste, v. 5, n. 2, p. 31-40, 6 set. 2019.
Seção
Artigos