Organização espacial das caieiras e fornos de cal no campo calcário Aroeiras, municípios de Coreaú e Sobral (CE): passado e presente

Autores

  • Francisco Nataniel Batista de Albuquerque Instituto Federal do Ceará (IFCE)

DOI:

https://doi.org/10.21680/2447-3359.2019v5n0ID18550

Resumo

A apropriação dos elementos e aspectos da natureza dos geossistemas como recurso natural definem os sistemas ambientais e sua expressão geográfica, as organizações espaciais. Diante desse contexto, o presente artigo tem por objetivo analisar a organização espacial das caieiras e fornos de cal, unidades rudimentares e tradicionais de produção da cal, na paisagem do geossistema do campo calcário Aroeiras nos municípios de Coreaú e Sobral, região Noroeste do Estado do Ceará. A identificação das caieiras e fornos de cal se deu mediante análise de imagem de satélite e trabalho de campo no ano de 2015. Como resultado da pesquisa, foram identificadas 73 unidades de produção de cal, sendo 71 caieiras e 02 fornos de cal classificadas em ativas (19), desativadas (19) e destruídas (35) no campo Aroeiras e adjacências distribuídas pelo quadrilátero calcário delimitado pelos distritos de Aroeiras – Aprazível – São Joé do Torto – Ubaúna. As unidades produtivas estão organizadas espacialmente em 04 núcleos de produção e uma unidade isolada: Vila Basílio – Pau D’Arco, Queimadas – Visitação, Ubaúna – Campo do Meio, Ipu dos Lopes – Três Lagoas, São José do Torto e, Coreaú. Podemos concluir que apenas 1/3 das unidades estão em funcionamento, das quais 53% encontram-se no núcleo de produção Vila Basílio – Pau D’Arco ao longo de 14 km da rodovia CE-364 e cada vez mais distantes dos núcleos populacionais evidenciando  um distanciamento dos núcleos populacionais e a concentração nos principais eixos rodoviários em função dos custos de transporte e da poluição causada pela combustão dos fornos às residências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

01-11-2019

Como Citar

BATISTA DE ALBUQUERQUE, F. N. Organização espacial das caieiras e fornos de cal no campo calcário Aroeiras, municípios de Coreaú e Sobral (CE): passado e presente. Revista de Geociências do Nordeste, [S. l.], v. 5, p. 157–175, 2019. DOI: 10.21680/2447-3359.2019v5n0ID18550. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/revistadoregne/article/view/18550. Acesso em: 20 maio. 2024.