Estimating invasive grasses heights with images from a remotely piloted aircraft in Brazilian Cerrado: accuracy of Global Navigation Satellite System from Phantom 4

Resumo


O objetivo desse capítulo foi comparar a precisão dos resultados do modelo CHIS+GPS/GLONASS do capítulo 1, sem correção de acurácia posicional com RTK (Real-time Kinematic), com os resultados do modelo CHIS corrigidos. Houve a produção dos modelos de elevação MDS e MDT a partir das imagens coletadas em campo com aeronave remotamente pilotada (RPA) conhecida popularmente como drone, que foram processadas para geração de ortomosaico corrigido com pontos de controle, obtidos por RTK. A produção do CHIS ocorreu por meio de um modelo digital fruto da extração do Modelo Digital de Superfície (MDS) e do Modelo Digital do Terreno (MDT). Para aferir a precisão do modelo CHIS+GPS/GLONASS foi gerado o modelo CHIS+RTK como variável observada. A comparação entre os modelos se deu em duas áreas amostrais representadas por vegetação típica de cerrado e capim Braquiária. Os testes estatísticos adotados foram: coeficientes de correlação de Spearman (SCC), erro quadrático médio da raiz da altura de dossel (RMSEz), erro absoluto médio da altura de dossel (MAEz) e teste de Wilcoxon. A interpretação visual das imagens classificadas demonstrou que o modelo CHIS+GPS/GLONASS apresentou falhas na identificação da cobertura do solo representada por gramíneas invasoras, quando comparado ao modelo CHIS+RTK, sendo menos preciso na classificação das alturas de dossel das espécies invasoras. Os testes estatísticos indicaram que o modelo CHIS+GPS/GLONASS demonstrou diferenças significativas na identificação de espécies invasoras, com maior erro de altura (0.24 cm) na área amostral. A partir desses resultados verifica-se que o modelo CHIS+RTK é mais assertivo na detecção de cobertura do solo composta por gramíneas exóticas que o modelo CHIS+GOS/GLONASS.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dhonatan Diego Pessi, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul- UFMS

Laboratório de Geoprocessamento para Aplicações Ambientais, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Unidade 7A, Cidade Universitária, Campo Grande, MS, Brazil.

Jefferson Vieira José, Universidade Federal do Acre -UFAC

Centro Multidisciplinar, Campus Floresta, Universidade Federal do Acre, Cruzeiro do Sul, AC, Brazil.

Camila Leonardo Mioto, Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), Rondonópolis / MS, Brasil.

Núcleo de Pesquisas do Cerrado (NUPEC), Universidade Federal de Rondonópolis, Rondonópolis, MT, Brazil

Marco Antonio Diodato, Universidade Federal Rural do Semi-Árido-UFERSA

Doutor em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Paraná. Atualmente é professor associado da Universidade Federal Rural do Semi-Árido-UFERS

 

Alfredo Marcelo Grigio, UERN

Doutor em Geodinâmica pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Atualmente é professor Adjunto II da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte.

Antonio Conceição Paranhos Filho, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul- UFMS

Laboratório de Geoprocessamento para Aplicações Ambientais, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Unidade 7A, Cidade Universitária, Campo Grande, MS, Brazil

Normandes Matos da Silva, Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), Rondonópolis / MS, Brasil.

Núcleo de Pesquisas do Cerrado (NUPEC), Universidade Federal de Rondonópolis, Rondonópolis, MT, Brazil

Publicado
16-09-2021
Como Citar
PESSI, D. D.; VIEIRA JOSÉ, J.; MIOTO, C. L.; DIODATO, M. A.; GRIGIO, A. M.; PARANHOS FILHO, A. C.; MATOS DA SILVA, N. Estimating invasive grasses heights with images from a remotely piloted aircraft in Brazilian Cerrado: accuracy of Global Navigation Satellite System from Phantom 4. Revista de Geociências do Nordeste, v. 7, n. 2, p. 140-152, 16 set. 2021.
Seção
Artigos