SECAS, INUNDAÇÕES E DESASTRES SOCIONATURAIS ASSOCIADOS: UMA ANÁLISE ESTATÍSTICA DE PERÍODOS SECOS E CHUVOSOS EM HIDROLÂNDIA-CE

A STATISTICAL ANALYSIS OF DRY AND RAINY PERIODS IN HIDROLÂNDIA-CE

Resumo


O município de Hidrolândia, inserido no Semiárido Nordestino Brasileiro (NEB), apresenta períodos em que podem ocorrer eventuais desastres socionaturais associados à ausência de chuva ou excesso da mesma, acarretando em estiagens e inundações. O artigo teve como objetivo analisar os desastres socionaturais associados às estiagens e inundações no município de Hidrolândia no período de 1989-2018. Inicialmente foram obtidos dados pluviométricos na Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos – FUNCEME para aplicação da técnica dos quantis, através do método de Pinkayan (1966). Em seguida, identificaram-se situações de desastres associados aos períodos secos e chuvosos no município, a partir de análises nos documentos presentes no Banco de dados do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD), os quais apresentam informações sobre número de atingidos, decretos de Situação de Emergência (SE), Estado de Calamidade Pública (ECP) e reconhecimento de desastres socionaturais. De forma concomitante, foram identificados os sistemas atmosféricos e teleconexões que interferiram nos acumulados superiores e inferiores. A Zona de Convergência Intertropical - ZCIT foi o sistema atmosférico que mais influenciou na formação de chuvas. Já o El Niño contribuiu consideravelmente para a ocorrência de secas. Ao menos doze situações de desastre foram verificadas em Hidrolândia na série histórica analisada.

 

Palavras-chave: Hidrolândia; Desastres Socionaturais; Quantis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Railson da Silva Costa, Secretaria de Agricultura e Recursos Hídricos, Prefeitura Municipal de Hidrolândia

Possui Graduação (Bacharelado) em Geografia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA. Curso Técnico em Mineração pela E.E.E.P. Francisca Maura Martins. Integrou o Laboratório de Geoprocessamento - LabGeop e o Laboratório de Estudos Ambientais - LEA da Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA, membro egresso do Grupo de Pesquisa: Planejamento e Gestão Ambiental em Bacias Hidrográficas - PLAGESBH, membro do Grupo de Pesquisa: Estudos Geográficos de Sistemas Ambientais e Climas Intrarregionais. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Geografia Física e Geodésica, atuando principalmente nas temáticas: Desastres Naturais, Eventos Extremos, Bacia Hidrográficas, Geoprocessamento. Atualmente é Geógrafo na Secretaria de Agricultura e Recursos Hídricos da Prefeitura Municipal de Hidrolândia.

Jander Barbosa Monteiro , Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA)

Doutor em Geografia pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Ceará - UFC e Mestre em Geografia pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará - UECE. Possui Graduação em Geografia pela Universidade Federal do Ceará - UFC. Atualmente é Professor Adjunto do Curso de Geografia da Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA e integra o quadro de docentes permanentes do Mestrado Acadêmico em Geografia - MAG da referida universidade. Encontra-se vinculado ao Laboratório de Estudos Ambientais - LEA da Universidade Estadual Vale do Acaraú, bem como ao Grupo de Pesquisa "Estudos Geográficos de Sistemas Ambientais e Climas Intrarregionais". Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Geografia Física, atuando principalmente nos seguintes temas: Desastres Naturais, Eventos Extremos, Vulnerabilidade Socioambiental e Risco Ambiental.

Publicado
02-09-2021
Como Citar
COSTA, F. R. DA S.; MONTEIRO , J. B. SECAS, INUNDAÇÕES E DESASTRES SOCIONATURAIS ASSOCIADOS: UMA ANÁLISE ESTATÍSTICA DE PERÍODOS SECOS E CHUVOSOS EM HIDROLÂNDIA-CE. Revista de Geociências do Nordeste, v. 7, n. 2, p. 131-139, 2 set. 2021.
Seção
Artigos