Análise da associação entre variáveis meteorológicas e as internações por dengue no município de Rio Branco/AC

Resumo


O presente trabalho avalia a relação da precipitação, umidade relativa, temperaturas mínima e máxima do ar com a ocorrência de internações por dengue no município de Rio Branco/AC, durante o período de 2008 a 2018. Os dados meteorológicos foram obtidos do Banco de Dados de Ensino e Pesquisa, pertencente ao Instituto Nacional de Meteorologia. Já a aquisição dos dados epidemiológicos, deu-se junto ao banco de dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS). A partir do teste de Mann Kendall, verificou-se tendência significativa decrescente nos casos de dengue. Em se tratando da correlação cruzada, a única variável que apresentou associação estatística com a dengue foi a umidade relativa, uma vez que durante todo o ano esta apresenta valores que são favoráveis para proliferação e longevidade do vetor. Os resultados mostram que as variáveis de precipitação e temperatura do ar podem subsidiar atividades específicas de prevenção e mitigação ao Aedes Aegypti.

Palavras-chave: clima; saúde; Aedes Aegypti.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
16-09-2021
Como Citar
DE SOUZA FREITAS, B.; DOS SANTOS LIMA, L.; DOS SANTOS GOMES, A. C.; VAZ PERES, L.; SANTOS DA SILVA, A. Análise da associação entre variáveis meteorológicas e as internações por dengue no município de Rio Branco/AC. Revista de Geociências do Nordeste, v. 7, n. 2, p. 162-171, 16 set. 2021.
Seção
Artigos