Caracterização geoquímica dos sedimentos em um ambiente hipersalino artificial

Autores

  • Diógenes Costa

Resumo

A geoquímica dos sais e nutrientes encontrados emsalinas solares está associada às característicashidrodinâmicas e biológicas destes ecossistemas,encontrados nas zonas tropicais e subtropicais em todo omundo. Esta pesquisa foi desenvolvida na SalinaMiramar, localizada na cidade de Areia Branca no litoralsetentrional do estado do Rio Grande do Norte, com oobjetivo de realizar a caracterização geoquímica e texturalem amostras de sedimentos coletadas em 03 evaporadorescom salinidades distintas (40, 70, 120 g.L-1). Foi realizadauma análise estatística multivariada nos resultados obtidosem relação aos teores de matéria orgânica, pH,granulometria, cálcio, carbono, nitrogênio e fósforo total.Foram identificadas variações em relação ao padrão deacumulação de nutrientes nos sedimentos, sendo possíveldistinguir 03 setores com características distintas nasalina, em função da salinidade. Dentro dos diferentesperfis analisados, verificou-se que as maioresconcentrações de nutrientes foram identificados nossedimentos de superfície (5 - 10 cm) a 70 g.L-1. Com basenos resultados obtidos, conclui-se que as salinasrepresentam zonas de retenção de nutrientes, impedindoque parte destes, venha de fato a contribuir com oprocesso de eutrofização da zona costeira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diógenes Costa

Doutor em ecologia

Downloads

Publicado

30-06-2015

Como Citar

COSTA, D. Caracterização geoquímica dos sedimentos em um ambiente hipersalino artificial. Revista de Geociências do Nordeste, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 76–87, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/revistadoregne/article/view/8419. Acesso em: 25 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos