O PROJETO SONASTÉRIO

UMA ARQUITETURA PARA O SOM

Autores

  • JOAO DINIZ UFMG

DOI:

https://doi.org/10.21680/2448-296X.2022v7n2ID26000

Palavras-chave:

ARQUITETURA, ACUSTICA, PROJETO, ANALISE, ESTUDIO

Resumo

Esse artigo apresenta o projeto ‘Sonastério’, estúdio de gravação musical situado na região metropolitana de Belo Horizonte, projetado pelo escritório Joao Diniz Arquitetura Ltda. A obra será descrita e analisada mediante o método ‘Sementes do Espaço: arquiteturas em Processo’ que é também o título da tese de doutoramento pela UFMG, Universidade Federal de Minas Gerais, que avalia essa e outras obras desse escritório de projetos. Esse método de análise foi criado, como um dos objetivos dessa tese, para explicar os procedimentos adotados pelo arquiteto, junto com seus colaboradores, em diversos de projetos, visando uma abordagem ao mesmo tempo teórica e pragmática das questões que promovem a realização de obras arquitetônicas. O método se desenvolve a partir do reconhecimento de seis etapas que ocorrem desde a fase anterior à concepção de determinada obra arquitetônica, até as lições deixadas em sua vivencia. Trata-se então de um método ‘hexa-temporal’ considerando e nomeando sucessivamente as etapas como: circunstância, gênese, desígnio, manufatura, vivência e legado. A aplicação dessas abordagens pode ocorrer em obras construídas respondendo a distintos programas de necessidades, e é possível reconhecer como funciona de forma distinta para cada projeto analisado. No caso do projeto ‘Sonastério’ o texto aborda as especificidades de um projeto que visa a uma adequada inserção na paisagem, buscando a criação de um recolhimento apropriado à criação artística; e, ao mesmo tempo, um exemplar desempenho acústico voltado para à execução e gravação musical, incluindo os espaços de apoio necessários.    

TEXTO

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

JOAO DINIZ, UFMG

- João Diniz, nascido em Juiz de Fora e formado pela Escola de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais em Belo Horizonte. Mestre em Engenharia Civil com ênfase em construção metálica pela Universidade Federal de Ouro Preto. 

- Diretor da JDArq Ltda desde 1989 executando projetos nas áreas de edificações, interiores, design e urbanismo. 

- Prêmio Medalha de Ouro no Fórum Mundial de Jovens Arquitetos e Prêmio Rotring em Buenos Aires em 1991. Primeiro Lugar no Concurso BHCentro em equipe em 1989. Prêmios Espaço da Moradia, Obra Edificada, Monografia editada, Trabalho Teórico  e Arquitetura em Aço do IABMG em 1997, 2002, 2008, 2010, 2011, 2013, 2015 e 2017. Terceiro Lugar nos concursos para o Campus II e para a nova Reitoria da Universidade Fumec em 2003 e 2004. Menções Honrosas na IV Bienal Ibero-Americana de Arquitetura e Engenharia, Quito, Equador, 2004 e no concurso para revitalização do Mercado de Florianópolis em 2013. Prêmio Ville de Saint Pierre, Martinica 2007. Orientador do Highly Commended Project EcoHouse Student Competition, RIBA, Londres 2007.

- Sala Especial na V Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo em 2003.

 - Professor Adjunto no curso de arquitetura da Universidade Fumec em Belo Horizonte. 

- Já proferiu palestras, cursos e oficinas em diversas universidades e instituições profissionais no Brasil e também na Argentina, República Dominicana, Martinica, Espanha, França, Alemanha, Lituânia, Bulgaria, Polônia e Eslováquia.

Referências

DINIZ, João A. Valle. Arquiteturas. Belo Horizonte: AP Cultural e C/Arte Editora, 2002.

DINIZ, João A. Valle. Depoimento, Circuito Atelier. Belo Horizonte: C/Arte Editora, 2007.

DINIZ, João A. Valle, Estruturas Geodésicas: Estudos Retrospectivos e Proposta para um Espaço de Educação Ambiental. Ouro Preto, UFOP / Dissertação de Mestrado, 2006.

DINIZ, João A. Valle, Steel Life: arquiteturas em aço, Poertfolio Brasil, São Paulo, JJCarol Editora, 2010.

DINIZ, Joao A. V. Tranversalidades Convergentes: reflexões sobre um fazer arquitetônico expandido’. In Bloco (6) Arquitetura em Festa, organizado por Pellegrini, Ana Carolina e Vasconcellos, Juliana Caldas de. Novo Hamburgo. Universidade Feevale, 2010.

MONEO, Rafael. Inquietação teórica e estratégia projetual na obra de oito arquitetos contemporâneos. São Paulo: Cosac Naify, 2008.

MONTANER, Josep Maria. Do diagrama às experiências, rumo a uma arquitetura da ação. Barcelona: Editorial Gustavo Gili,SL, 2017.

Downloads

Publicado

27-05-2022

Como Citar

DINIZ, J. O PROJETO SONASTÉRIO: UMA ARQUITETURA PARA O SOM. Revista Projetar - Projeto e Percepção do Ambiente, [S. l.], v. 7, n. 2, p. 08–17, 2022. DOI: 10.21680/2448-296X.2022v7n2ID26000. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/revprojetar/article/view/26000. Acesso em: 25 set. 2022.