TELE-ESTUDO DE CASA

PROJETANDO ESPAÇO PARA APRENDIZAGEM UNIVERSITÁRIA TELEPRESENCIAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/2448-296X.2023v8n2ID30443

Palavras-chave:

análise de projeto

Resumo

A pandemia desencadeada pelo vírus SARS-CoV-2 impactou diretamente a rotina de milhares de pessoas. Com a necessidade do isolamento e distanciamento social, muitas atividades externas foram levadas em grande demanda para dentro dos ambientes residenciais. As atividades educacionais presenciais, adotaram como alternativa à paralização o ensino remoto emergencial, desencadeando diversos desafios. Dentre eles o espacial, que envolve o morar e estudar em um mesmo ambiente, com impacto adicional do uso de tecnologias de informação e comunicação. A partir da experiência vivenciada ao longo de 2020 e 2021, apoiado em revisões bibliográficas, entrevistas com estudantes e análises de peças gráficas de plantas de divulgação imobiliária, este artigo discute e ilustra aspectos de projeto para espaços de tele-estudo em ambiente residencial, voltados para educação superior, sob o enfoque da flexibilidade. Os resultados apontam e ilustram atributos para a concepção de projeto, considerando diversidade de possibilidades da infraestrutura, com aplicação projetual comentada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Priscilla Silva Loureiro, Universidade Vila Velha

Priscilla Silva Loureiro é graduada em Arquitetura e Urbanismo e Mestre em Engenharia Ambiental pela UFES, com doutorado em andamento em Arquitetura e Urbanismo pela FAU -USP. É Professora do curso de graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Vila Velha – ES, onde exerce também a função de coordenadora geral de graduação das áreas Humanas de Sociais. Colabora e coordena pesquisas sobretudo relacionadas a arquitetura, espaços interiores e habitação.

Any Santos Araújo, UVV - Universidade Vila Velha

Graduada em Arquitetura e Urbanismo. Pesquisadora voluntária sob orientação. 

Referências

BRASIL. RECOMENDAÇÃO Nº 061, DE 03 DE SETEMBRO DE 2020. Recomenda que a retomada das aulas presenciais só ocorra depois que a pandemia estiver epidemiologicamente controlada e mediante a articulação de um plano nacional que envolva gestores e a sociedade civil. Brasília, DF, 03 de setembro de 2020.

BRASIL. Parecer CNE/CP nº 5/2020, de 28 de abril de 2020. Reorganização do Calendário Escolar e da possibilidade de cômputo de atividades não presenciais para fins de cumprimento da carga horária mínima anual, em razão da Pandemia da COVID-19. Brasília, DF, 28 abril 2020.

CHOAS, Mona Lisa Lobo de Souza. Sobre as características do espaço arquitetônico facilitadoras do ensino/aprendizagem na universidade. 2016.

CONSTRUTORA DESTRA. Disponível em: https://destraconstrutora.com.br/imovel/bella-itaparica/ . Acesso em 01 nov. 2021.

EDUCAR, Série Volume 44. Tecnologias Organização; Editora Poisson – Belo Horizonte–MG: Poisson, 2020. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Cassio-Giordano/publication/343350554_Educacao_em_tempos_de_pandemia_de_COVID-19_Adaptacao_ao_ensino_remoto_para_criancas_e_adolescentes/links/5f247a8192851cd302ce8bf9/Educacao-em-tempos-de-pandemia-de-COVID-19-Adaptacao-ao-ensino-remoto-para-criancas-e-adolescentes.pdf#page=60 . Acesso em 02 out 2021.

FERRAZ, A. P. C. M. et al. Taxonomia de Bloom: revisão teórica e apresentação das adequações do instrumento para definição de objetivos instrucionais. Gest. Prod., São Carlos, v. 17, n. 2, p. 421-431, 2010. Disponível em:file:///C:/Users/prisc/Downloads/Ferraz_- _Taxonomia_de_Bloom%20(2).pdf. Acesso em: 15 jul. 2019.

HALVERSON, Erica Rosenfeld; SHERIDAN, Kimberly. The maker movement in education. Harvard educational review, v. 84, n. 4, p. 495-504, 2014. Disponível em: https://www.hepgjournals.org/doi/abs/10.17763/haer.84.4.34j1g68140382063. Acesso em: 14 jul. 2019.

KOWALTOWSKI, Doris C. C. K. Arquitetura escolar: o projeto do ambiente de ensino. Edição. SÃO PAULO: Oficina de Textos, 2011.

KURTI, R. Steven; KURTI, Debby L.; FLEMING, Laura. The philosophy of educational makerspaces part 1 of making an educational makerspace. Teacher Librarian, v. 41, n. 5, p. 8, 2014. Disponível em: https://pdfs.semanticscholar.org/c1c9/1df674af209b768853efebed8764324b4698.pdf. . Acesso em: 14 jul. 2019.

KURTI, R. Steven; KURTI, Deborah; FLEMING, Laura. The environment and tools of great educational makerspaces. Teacher Librarian, v. 42, n. 1, p. 8, 2014. Disponível em: https://search.proquest.com/openview/6f66258f215f8e8556750e644d6247a0/1?pqorigsite=gscholar&cbl=38018. Acesso em: 22 jul. 2019.

LOUREIRO, Priscilla Silva; CAMPOS, Eduardo Fonseca de. Teletrabalho e tele-estudo em espaços residenciais. Disponível em: https://vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/22.254/8141 . Acesso em 01 out. 2021

MARTENS, Yuri. Unlocking creativity with the physical workplace. Center for People and Buildings, Delft, The Netherlands, 2008. Disponível em: http://www.irbnet.de/daten/iconda/CIB11908.pdf. Acesso em: 21 jul. 2019.

METRON ENGENHARIA. Disponível em: https://www.metronengenharia.com.br/imovel/san-pietro/ . Acesso em 01 nov. 2021.

MIGLIANI, A. Estratégias para melhorar os espaços de estudo em casa. In: Archdaily Brasil. Disponível em: https://www.archdaily.com.br/br/944131/estrategias-para-melhorar-os-espacos-de-estudo-em-casa . Acesso em 03 nov. 2021.

MORAR CONSTRUTORA. Disponível em: https://morar.com.br/imoveis/vista-do-cravo/ . Acesso em 01 nov. 2021.

OLIVEIRA, Gabriella et al. An exploratory study on the emergency remote education experience of higher education students and teachers during the COVID‐19 pandemic. British Journal of Educational Technology, v. 52, n. 4, p. 1357-1376, 2021.

OLIVEIRA, Raquel Mignoni de; CORRÊA, Ygor; MORÉS, Andréia. Ensino remoto emergencial em tempos de covid-19: formação docente e tecnologias digitais. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rifp/article/download/179/110 . Acesso em 02 out. 2021

SANTIAGO, Deymisson de Sousa; SOUSA, Lazaro Luís de Lima; SILVA Jusciane da Costa e. As dificuldades do ensino remoto no ensino superior. Disponível em: https://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/6522 . Acesso em 01 out. 2021

TRAMONTANO, Marcelo. Como seguir em frente. O ensino de projeto, o híbrido e o digital. Arquitextos, São Paulo, ano 23, n. 265.04, Vitruvius, jun. 2022 Disponível em: https://vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/22.265/8533

UNESCO. Education: From disruption to recovery. Disponível em: https://en.unesco.org/covid19/educationresponse Acesso em: 20 abril 2022.

WHO – WORLD HEALTH ORGANIZATION. Timeline: WHO’s COVOD-19 rensonse. Disponível em: https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/interactive-timeline#! . Acesso em: fev 2022.

Downloads

Publicado

24-05-2023

Como Citar

SILVA LOUREIRO, P.; SANTOS ARAÚJO, A. TELE-ESTUDO DE CASA: PROJETANDO ESPAÇO PARA APRENDIZAGEM UNIVERSITÁRIA TELEPRESENCIAL. Revista Projetar - Projeto e Percepção do Ambiente, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 156–171, 2023. DOI: 10.21680/2448-296X.2023v8n2ID30443. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/revprojetar/article/view/30443. Acesso em: 15 jun. 2024.