STEVEN HOLL

DIÁLOGOS ENTRE FENOMENOLOGIA E ARQUITETURA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/2448-296X.2023v8n3ID31611

Palavras-chave:

abordagem fenomenológica, processo de projeto, intenções em arquitetura, projeto de arquitetura, Steven Holl

Resumo

Ao partir de correntes filosóficas da fenomenologia, observam-se apropriações em que o arquiteto pode aproximar-se desse conhecimento relacionando aspectos da experiência humana na definição do projeto arquitetônico. Nesse cenário, destaca-se o objetivo de interpretar o trabalho de Steven Holl, considerando relações entre fenomenologia e arquitetura. O estudo parte da fundamentação teórica, ao apresentar uma contextualização sobre princípios que conduzem a abordagem fenomenológica e arquitetônica. Trata-se de uma pesquisa que envolve o suporte de registro bibliográfico, com abrangência exploratória caracterizada por uma aproximação qualitativa presente em publicações sobre o tema. Isso permitiu observar a estruturação de uma estratégia de projeto desdobrada em três eixos interpretativos: identificação do lugar, conceito e forma, e espaço arquitetônico. Para representar, descreveu-se obras de arquitetura, visando demonstrar como essas relações são apropriadas arquitetonicamente. Nesse âmbito, entende-se uma apropriação que acontece em escalas, em que existe uma interpretação de fatores da atmosfera que identifica a arquitetura a partir do lugar, articulando o conceito que define o emprego da forma em uma disposição ordenada entre partes e o todo arquitetônico, bem como relações humanas no espaço arquitetônico, configurando atributos que envolvem a experiência em determinado ambiente. Assim, encontra-se uma referência para pesquisadores, profissionais e estudantes na elaboração de propostas de projeto em arquitetura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BOLLNOW, O. F. (1951). O Homem e o Espaço. 9ª Ed. Curitiba: UFPR, 2008.

GIL, A. C. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 6ª Ed. São Paulo: Atlas, 2019.

HEIDEGGER, M. (1927). Ser e tempo: parte 1. 15ª Ed. Petrópolis: Editora Vozes, 2005.

HEIDEGGER, M. (1951). Construir, habitar, pensar. In: HEIDEGGER, Martin. Ensaios e conferências. Petrópolis: Vozes, 2012.

HOLL, S. Anchoring. New York: Princeton Architectural Press, 1989.

HOLL, S. Entrelazamientos. Barcelona: Gustavo Gili, 1997.

HOLL, S. Parallax. New York: Princeton Architectural Press, 2000.

HOLL, S. Cuestiones de percepción: fenomenología de la arquitectura. Barcelona: Gustavo Gili, 2011.

HUSSERL, E. (1907). A ideia da Fenomenologia. Lisboa: Edições 70, 2000.

MARCONI, M. A; LAKATOS, E. M. Metodologia científica. 6ª Ed. São Paulo: Atlas, 2011.

MERLEAU-PONTY, M. (1945). Fenomenologia da percepção. 4ª Ed. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

NORBERG-SCHULZ, C. Intentions in Architecture. Cambridge: MIT Press, 1963.

NORBERG-SCHULZ, C. Existencia, Espacio y Arquitectura. Barcelona: Editorial Blume, 1975.

NORBERG-SCHULZ, C. Genius Loci: towards a phenomenology of Architecture. New York, Rizzoli, 1979.

STEVEN HOLL ARCHITECTS. Steven Holl Architects. Disponível em: http://www.stevenholl.com/. Acesso em 16/agosto/2019.

Downloads

Publicado

23-09-2023

Como Citar

DE OLIVEIRA BRITO, L. STEVEN HOLL: DIÁLOGOS ENTRE FENOMENOLOGIA E ARQUITETURA. Revista Projetar - Projeto e Percepção do Ambiente, [S. l.], v. 8, n. 3, p. 41–55, 2023. DOI: 10.21680/2448-296X.2023v8n3ID31611. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/revprojetar/article/view/31611. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

TEORIA E CONCEITO