Habitação de Interesse Social e acesso à terra urbana

Análise do Residencial Jacinta Andrade, em Teresina, Piauí

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/2448-296X.2023v8n3ID31415

Palavras-chave:

: habitação de interesse social; políticas públicas urbanas; desigualdades sociais; segregação socioespacial;

Resumo

O modelo de urbanização brasileiro resultou em espaços com características diferenciadas quanto à renda dos habitantes e disponibilidade de infraestrutura. No caso da cidade de Teresina, nas últimas décadas do século XX, já se percebia a presença das desigualdades sociais, elemento comum às demais cidades brasileiras. Parte deste contexto resulta da produção de conjuntos habitacionais em espaços periféricos, que contribuem para o espraiamento da malha urbana e para fenômenos como especulação imobiliária e segregação espacial. Exemplo disto pode ser ilustrado na construção do Residencial Jacinta Andrade, situado em Teresina, Piauí, o maior conjunto de Habitação de Interesse Social (HIS) da cidade, destinado à provisão de 4.000 moradias para famílias de baixa renda, obra do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Neste artigo foram analisadas as necessidades e percepções dos moradores do residencial Jacinta Andrade, na cidade de Teresina, sobre condições de moradia, infraestrutura e serviços urbanos ofertados, utilizando-se de formulários aplicados a 103 residentes, que foram aprovados pelo Comitê de Ética em Pesquisa (CEP). Foi constatado que a habitação, foi avaliada, de forma positiva, embora, isto pode ser resultado da sensação de segurança, proporcionada pelo imóvel próprio, e não, à qualidade de vida promovida pelo conjunto habitacional. Quanto à Infraestrutura e Serviços, aspectos como abastecimento de energia elétrica e coleta de lixo surpreenderam ao satisfazer mais de 85% dos moradores. Em relação à Segurança, foi observada a presença de áreas de lazer e de equipamentos públicos, embora tenham sido avaliadas de modo negativo, por mais de 83% dos residentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABIKO, A. K. Introdução à gestão habitacional. São Paulo, EPUSP, 1995. Texto técnico da Escola Politécnica da USP, Departamento de Engenharia de Construção Civil, TT/PCC/12.

ACIOLY JR., C. The Challenge of Slum Formation. Land Lines. Lincon Institute of Land Policy, p. 2-7, abr. 2007.

ÁGUAS DE TERESINA. Obras na Santa Maria da Codipi e Jacinta Andrade reforçarão abastecimento de água na zona Norte. 20 out. 2017. Disponível em: http://www.aguasdeteresina.com.br/quem-somos/. Acesso em: 15 jan. 2018.

ALVES, G. da A. A mobilidade/imobilidade na produção do espaço metropolitano. In: CARLOS, A. F. A. C.; SOUSZA, M. L. de; SPOSITO, M. E. B. (org.). A produção do espaço urbano: agentes e processos, escalas e desafios. São Paulo: Contexto, 2016.

ANDRADE, K. E. de S. Avaliação pós-ocupação de conjuntos habitacionais populares implantados pelo programa Viver Melhor no Candeal Pequeno. Cadernos PPG-AU/UFBA, v.6, n. 1, p. 39-52, 2007.

ANDRADE, L. T. de. O Espaço Metropolitano no Brasil: nova ordem espacial? Caderno CHR, Salvador, v. 29, n. 76, p. 101-118, jan./abr., 2016.

ARIAS, J. J. P.; GARCÍA, E. H. La periferia espontânea en las ciudades intermedias lationamericanas: Perspectivas de solución desde la dimensión territorial-ambiental de la sostenibilidad. Revista Urbano, n. 35, p.74-87, maio, 2017.

BESERRA, M. dos R.; TEIXEIRA, S. M. Urbanização e Segregação Socioespacial: O Papel do Estado no Planejamento Urbano. Revista FSA, Teresina, v.13, n.3, art. 13, p.228-246, mai./jun. 2016.

BRASIL. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR 15.575. Edifícios Habitacionais – Desempenho. Rio de Janeiro, 2013a.

BRASIL. Direito à moradia adequada. Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Brasília: Coordenação Geral da Educação em SDH/PR, Direitos Humanos, Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, 2013b.

BRASIL. Pesquisa de satisfação dos beneficiários do Programa Minha Casa Minha Vida. Secretaria Nacional de Habitação; Ministério das Cidades; Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, 2015.

BRUNA, G. C.; PISANI, M. A. J.; MELO, C. J.; FIGUEIREDO, E. C. de; GIL, E. L. Conjunto Habitacional Jacinta Andrade na Cidade de Teresina, Estado do Piauí, Brasil. In: CONGRESO INTERNACIONAL DE VIVIENDA COLECTIVA SOSTENIBLE. VIVIENDA E INCLUSION, 1, 2014. Barcelona. Anais [...]. Barcelona: Máster Laboratorio de la Vivienda Sostenible del Siglo XXI, 2014. p. 464-469.

CARLOS, A. F. A. O poder do corpo no espaço público: o urbano como privação e o direito à cidade. Revista GEOUSP: Espaço e Tempo (Online)¸v. 18, n.3, p. 472-486, 2014.

CARVALHO, D. J. S.; FAÇANHA, A. C. O processo de verticalização do bairro Jóquei na cidade de Teresina/PI: formação, agentes e produção do espaço. Revista Geografia e Pesquisa, Ourinhos, v.9, n.1, p.13-24, 2015.

CASTELLS, M.; BORJA, J. As cidades como atores políticos. Revista Novos Estudos, São Paulo, n.45, jul. 1996, p.152-166.

CAVALHEIRO, F.; NUCCI, J. C.; GUZZO, P. ROCHA, Y. T. Proposição de Terminologia para o Verde Urbano. Boletim Informativo da SBAU, ano VII, n. 3, jul./set., 1999. Rio de Janeiro: SBAU, 1999.

CAVALHEIRO, W. A; VIEIRA, A. G.; SILVEIRA, E. F. Habitação de Interesse Social: Qualidade de Vida dos Responsáveis por Famílias Beneficiadas. Psicologia: Ciência e Profissão. v. 42, e242612, p. 1-16, 2022.

COSTA, S. S. A trajetória recente da política de habitação social no Brasil. Revista de Pesquisa em Políticas Públicas, n. 3, ago. 2014.

FAÇANHA, A. C. A evolução urbana de Teresina: passado, presente e .... Carta CEPRO, Teresina, v. 22, n. 1, p.59-69, jan./jul., 2003.

FEITOSA, S. M. R.; GOMES, J. M. A.; MOITA NETO, J. M.; ANDRADE, C. S. P. de. Consequências da urbanização na vegetação e na temperatura da superfície de Teresina – Piauí. Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana (REVSBAU), Piracicaba – SP, v.6, n. 2, p.58-75, 2011.

FERREIRA, J. S. W. Produzir casas ou construir cidades? Desafios para um novo Brasil urbano: Parâmetros de qualidade para a implementação de projetos habitacionais e urbano. São Paulo: LABHAB; FUPAM. 2012.

FERREIRA, J. S.W.; FERRARA, L. A formação de uma nova matriz urbana no Brasil, baseada na justiça socioambiental. In: BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Sustentabilidade urbana: impactos do desenvolvimento econômico e suas consequências sobre o processo de urbanização em países emergentes. Texto para as discussões da Rio +20. Brasília, MMA, 2015. p. 17-28.

GAZOLA, P. M. Concretização do direito à moradia digna: teoria e prática. Belo Horizonte: Fórum, 2008.

GOOGLE EARTH. Versão 7.1.5.1557. 2017. Teresina. Acesso em: 10 jan. 2017.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Ortoimagem obtida por ortorretificação de imagens ALOS/AVNIR2 e correção do relevo utilizando o MDE SRTM v.4. Sobreposição dos mosaicos MI-0813 e MI-0886. 2008. Disponível em: ftp://geoftp.ibge.gov.br/imagens_do_territorio/imagens_corrigidas/cartas_imagem/bc100/. Acesso em: 15 jan. 2018.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo 2010 - Teresina. 2010.Disponível em: http://cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?codmun=221100. Acesso em: 15 mar. 2017.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística Aglomerados Subnormais no Censo 2010. 2011. Disponível em: https://ww2.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/imprensa/ppts/00000006923512112011355415675088.pdf. Acesso em: 15 jan. 2018.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Teresina Panorama. 2022. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pi/teresina/panorama. Acesso em: 15 dez. 2022.

LIMA, A. J. Gestão urbana e políticas de habitação social: análise de uma experiência de urbanização de favelas. São Paulo: Annablume, 2010.

LIMA, A. J.; RODRIGUES NETO, E. X. Governo local e iniciativas de políticas urbanas em Teresina. Caderno Metrópole, v. 15, p. 113-144. 2006.

LIMA, I. M. de M. Teresina: urbanização e meio ambiente. Scientia et Spes, v. 1, n. 2, p. 181-196, 2002.

LIMA, S. M. S. A.; LOPES, W. G. R.; FAÇANHA, A. C. A relação entre as áreas urbana e rural em cidades contemporâneas: Estudo em Teresina, Piauí, Brasil. Espacios, v. 38, n. 24, 2017.

LIMA, S. M. S. A.; LOPES, W. G. R.; FAÇANHA, A. C. Desafios do planejamento urbano na expansão das cidades: entre planos e realidade. Urbe. Revista Brasileira de Gestão Urbana, v. 11, e20180037, 2019.

LIMA, M. A. S; BENTES SOBRINHA, M. D. P; BARROS FILHO, M. N. M. Densidade e Vazios Favoráveis para Urbanidade em Habitação de Interesse Social. Revista Projetar: Projeto e Percepção do Ambiente. v.8, n.1, p. 144-159, jan., 2023.

MARTINEZ, R. C.; ARRUDA, A. F. S. de.; SOUZA, C. F. O direito social à moradia digna como elemento essencial à concretização da cidadania: o acesso aos dados do déficit habitacional na sociedade da informação. Revista Jurídica Direito & Paz, ano XVIII, n.35, p.194-213, jul./dez., 2016.

MARTINS, C. M; SCHMIDT, M. K. Análise do discurso sobre grafite e pichações nos espaços públicos. Revista Eventos Pedagógicos, v.3, n.1, p. 93-100, abr., 2012.

MASCARÓ, J. L. Infraestrutura urbana para o século XXI. Porto Alegre: Masquatro, 2016.

MELCHIOR, L. C. Como anda a habitação social no Brasil? Reflexões sobre a trajetória das políticas habitacionais da década de 1960 à atualidade. Baru, Goiânia, v. 2, n. 2, p. 199-218, jul./dez., 2016.

MELLO, M. A. DA S.; SIMÕES, S. S. “Onde você mora?”: propósitos e implicações do endereço.” In: DUARTE, C. R.; VILLANOVA, R. de (Org.). Novos olhares sobre o lugar: ferramentas e metodologias, da arquitetura à antropologia (p.65-80). Rio de Janeiro: Contra-Capa; FAPERJ, 2013.

MOREIRA, V. de S.; SILVEIRA, S. de F. R. Indicadores de Desempenho do Programa Minha Casa, Minha Vida: avaliação com base na satisfação dos beneficiários. Cadernos de Gestão Pública e Cidadania, São Paulo, v. 20, n. 66, jan./jun. 2015.

NETQUEST. Calculadora de amostra para proporções. 2013. Disponível em: https://www.netquest.com/br/painel/calculadora-amostras/calculadoras-estadisticas. Acesso em: 15 jan. 2018.

NISIDA, V. C.; VANNUCHI, L. V. B.; ROSSI, L. G. A.; BORRELLI, J. F. de S.; LOPES, A. P. de O. A inserção urbana dos empreendimentos do Programa Minha Casa Minha Vida na escala local: uma análise do entorno de sete conjuntos habitacionais. R. B. Estudos Urbanos e Regionais, v.17, n.2, p.63-80, 2015.

NOGUEIRA, L. L. F.; ESPINDOLA, G. M. de; CARNEIRO, E. L. N. da C. Análise da ocupação urbana na zona centro-norte de Teresina. Revista Equador, Teresina, v. 5, n. 3 (edição especial n.02), p. 25-42. 2016.

OLIVEIRA, P. S. F. de; COSTA, C. R. R. da. A atividade comercial e a constituição do Mocambinho como nova centralidade urbana em Teresina – PI. Revista InterEspaço, Grajaú, v.2, n.7, p. 61-79, set./dez., 2016.

PIAUÍ. Agência de Desenvolvimento Habitacional. Residencial Jacinta Andrade. Teresina: ADH, 2014.

PIAUÍ. Resultado da Licitação 001/2009. Agência de Desenvolvimento Habitacional (ADH). Teresina: ADH, 2009.

PIAUÍ. Governo do Estado do Piauí. ADH realiza encontro com moradores do Jacinta Andrade. 2017. Disponível em: http://siteantigo.pi.gov.br/materia/adh/adh-realiza-encontro-com-moradores-do-jacinta-andrade-3026.html. Acesso em: 10 jan. 2023.

ROLNIK, R. Guerra dos lugares: a colonização da terra e a da moradia na era das finanças. São Paulo: Boitempo Editorial, 2015.

ROLNIK, R. A construção de uma política fundiária e de planejamento urbano para o país? Avanços e Desafios. Políticas Sociais (IPEA), v. 12, p. 199-210, 2006.

ROMÉRO, M. de A.; VIANNA, N. S. Procedimentos metodológicos para a avaliação pós-ocupação em conjuntos habitacionais de baixa renda com ênfase no conforto ambiental. Revista Ambiente Construído. Porto Alegre, v. 2, n. 3, p. 71-84. jul./set., 2002.

SANTANA, G. V. de. Marketing da “sustentabilidade habitacional: lançamentos imobiliários e ecologia urbana: em busca do equilíbrio. Rio de Janeiro: Mauad X: Inverde, 2013.

SANTOS, L. F. Impactos ambientais no meio físico e biótico na construção do conjunto habitacional Jacinta Andrade, localizado na zona Norte/Teresina, Piauí. In: CONGRESSO NORTE NORDESTE DE PESQUISA E INOVAÇÃO, 5, 2012. Palmas. Anais [...]. Tocantins: CONNEPI, 2012.

SANTOS, L. P. dos; ORTIGOZA, S. A. G. Dinâmica locacional dos espaços públicos de lazer na cidade de Teresina-PI. Caderno de Geografia, v.27, nº especial 1, p.119-137, 2017.

SANTOS, L. V. dos; COSTA, S. M. G. da. Habitação de Interesse Social no Brasil e a Exclusão do Direito À Cidade. Sociedade em Debate, v.23, n.1, p.234-279, 2017.

SCHAFER, E. F.; GOMIDE, F. P. de B. Avaliação Pós-Ocupação do conjunto habitacional Moradias União Ferroviária Bolsão Audi/União, Curitiba (PR). Revista Engenharia Sanitária e Ambiental. Rio de Janeiro, v. 19, n. 2, p. 155-164, 2014.

SILVA, G. C.; LOPES, W. G. R.; MONTEIRO, M. do S. L. A imagem de condomínios horizontais e loteamentos fechados retratada em campanhas publicitárias: estudo na cidade de Teresina. Revista da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Geografia (ANPEGE), v. 13, n.21, maio/ago., p. 89-112, 2017.

SILVA, L. A. P. A Expansão urbana dos empreendimentos imobiliários na zona sudeste de Teresina. Revista Eletrônica: Tempo – Técnica – Território, v. 5, n. 1, p. 55-70, 2014.

SNIS. Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento. Diagnóstico dos Serviços de Água e Esgotos – 2011. 2015. Disponível em: http://www.snis.gov.br/diagnostico-agua-e-esgotos/diagnostico-ae-2011. Acesso em 13 jan. 2018.

TERESINA. Teresina Agenda 2015. A cidade que queremos. Diagnósticos e Cenários – Habitação. 2002. Teresina: Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação.

TERESINA. Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável (PDITS) – Teresina. Teresina: SEMDEC, 2011.

TERESINA. Mapeamento da área Urbana: Ortofotocarta/Levantamento aerofotogramétrico. Teresina: SEMDUH, 2013.

TERESINA. Lei Nº 4.729 de 2015. Dispõe sobre o novo código de obras e edificações de Teresina e dá outras providências. Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação. 2015a.

TERESINA. Perímetro urbano (2015). Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação. 2015b. Disponível em: http://semplan.teresina.pi.gov.br/mapas-interativos/. Acesso em 15 out. 2017.

TERESINA. Diagnóstico da Infraestrutura Sócio-Econômica e Cultural da cidade de Teresina: Contribuições da Agenda 2030. 2016a. Disponível em: http://semplan.teresina.pi.gov.br/wp-content/uploads/2016/12/Diagn%C3%B3stico-S%C3%B3cio-Econ%C3%B4mico-e-Cultural-da-Cidade-de-Teresina-Contribui%C3%A7%C3%A3o-da-Agenda-2030.pdf. Acesso em: 15 jan. 2018.

TERESINA. Perfil dos Bairros – Bairro Jacinta Andrade. 2016b. Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação. 2016b. Disponível em: http://semplan.teresina.pi.gov.br/wp-content/uploads/2016/09/JACINTA-ANDRADE-2016.pdf. Acesso em: 15 jan. 2018.

TERESINA. Teresina em Bairros. Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação. 2016c. Disponível em: http://semplan.teresina.pi.gov.br/teresina-em-bairros/. Acesso em: 10 jan. 2017.

TIRELLI, C.; CADONÁ, M. A.; ARENOSA, S. C. Segregação residencial, pobreza e acesso às políticas públicas em cidades médias: uma proposta de investigação. Revista Brasileira de Desenvolvimento Regional, Blumenau, v.4, n.2, p.201-206. 2016.

UNGERSBÖCK, E. P. G. Beyond Acess to Housing: Minha Casa-Nossa Cidade and the Right to Change the City. In: MARC, Angélil; HEHL, Rainer. Minha Cassa – Nossa Cidade!: Innovating Mass Housing for Social Change in Brazil (p.59-60). Berlin: Ruby Press, 2014

VALE, K. C. do. Avaliação Pós-Ocupação do Conjunto Residencial Gervásio Maia – PB. Dissertação (Mestrado em Engenharia Urbana e Ambiental). Universidade Federal da Paraíba. João Pessoa, 2012.

VILLAÇA, F. O que todo cidadão precisa saber sobre habitação. São Paulo: Global Editora, 1986.

Downloads

Publicado

23-09-2023

Como Citar

GOMES REIS LOPES, W.; MARTINS RIBEIRO DE CARVALHO, I.; CARDOSO FAÇANHA, A. .; CARDOSO MATOS, K. Habitação de Interesse Social e acesso à terra urbana : Análise do Residencial Jacinta Andrade, em Teresina, Piauí. Revista Projetar - Projeto e Percepção do Ambiente, [S. l.], v. 8, n. 3, p. 71–89, 2023. DOI: 10.21680/2448-296X.2023v8n3ID31415. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/revprojetar/article/view/31415. Acesso em: 1 mar. 2024.