A PREPONDERÂNCIA DA TROCA DE DÁDIVAS EM UMA PRISÃO DE MULHERES

Autores

  • Leonardo Alves dos Santos Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.21680/2318-0277.2016v4n2ID10767

Resumo

Este texto é um dos resultados da dissertação de mestrado apresentada em março de 2015 sob o título "Emoção e Penalidade: Mulheres no Complexo Penal Dr. João Chaves". O objetivo do presente trabalho é tentar entender o porquê da preponderância da troca-dádiva no interior do pavilhão feminino do CPJC e a importância dessas trocas na organização e interação social das mulheres que lá residem. Dessa forma, se fez necessário recuperar a teoria de Marcel Mauss sobre o dom, assim como os desenvolvimentos posteriores realizados por outros autores. Para em seguida prosseguir com a descrição do campo pesquisado e de sua análise a luz das ideias previamente expostas, apresentando a tese da passagem da troca mercantilista do mercado à troca-dádiva. Por fim, a conclusão sugere uma possível resposta para o domínio da troca de dádivas em relação a troca mercantilista dentro da ala feminina do Complexo Penal Dr. João Chaves.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leonardo Alves dos Santos, Universidade de Brasília

Este texto é um dos resultados da dissertação de mestrado apresentada em março de 2015 sob o título "Emoção e Penalidade: Mulheres no Complexo Penal Dr. João Chaves". O objetivo do presente trabalho é tentar entender o porquê da preponderância da troca-dádiva no interior do pavilhão feminino do CPJC e a importância dessas trocas na organização e interação social das mulheres que lá residem. Dessa forma, se fez necessário recuperar a teoria de Marcel Mauss sobre o dom, assim como os desenvolvimentos posteriores realizados por outros autores. Para em seguida prosseguir com a descrição do campo pesquisado e de sua análise a luz das ideias previamente expostas, apresentando a tese da passagem da troca mercantilista do mercado à troca-dádiva. Por fim, a conclusão sugere uma possível resposta para o domínio da troca de dádivas em relação a troca mercantilista dentro da ala feminina do Complexo Penal Dr. João Chaves.

Referências

ALVES DOS SANTOS, Leonardo. Emoção e penalidade: mulheres no Complexo Penal Dr. João Chaves em Natal/RN. Dissertação (mestrado) Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2015.

ANSPACH, Mark Rogin. Anatomia da vingança: figuras elementares da reciprocidade. Tradução de Margarita Maria Marcia Lamelo. – São Paulo: É Realizações, 2012 – (Biblioteca René Girard).

BOURDIEU, Pierre. Marginalia. Algumas Notas Adicionais sobre o Dom. In: Mana¸ 2 (2), pp. 7-20, 1996.

BOURDIEU, Pierre. O Poder Simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand, 2000.

CAILLÉ, Alain. Antropologia do Dom: o terceiro paradigma. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 2002.

CARDOSO DE OLIVEIRA, Roberto & CARDOSO DE OLIVEIRA, Luís R. Ensaios antropológicos sobre moral e ética. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1996.

CARDOSO DE OLIVEIRA, Luís Roberto. Fairness and Communication in Small Claims Courts. PhD. Dissertation, Harvard University, Department of Anthropology, 1989.

___________________________________. Honra, dignidade e reciprocidade, em Martins, P. H. & Nunes, B. F (orgs.). A nova ordem social: perspectivas da solidariedade contemporânea. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 2004.

_______________________________. Direito Legal e Insulto moral: dilemas da Cidadania no Brasil, Quebec e EUA. Rio de Janeiro: Garamond, 2011.

DOUGLAS, Mary. Forward: No free gifts, in: M. Mauss. The Gift. New York: W. W. Norton, pp. Viixviii, 1990.

GODBOUT, Jacques. Introdução à Dádiva, In: Revista Brasileira de Ciências Sociais nº 38, vol. 13, pp. 39-51, 1998.

GODELIER, Maurice. O enigma da dádiva. Lisboa: Edições 70, 1996.

GODOI, Rafael. Ao redor e através da prisão: cartografias do dispositivo carcerário contemporâneo. (Dissertação de conclusão do mestrado em sociologia), Universidade de São Paulo, 2010.

GOFFMAN, Erving. (1959) A representação do eu na vida cotidiana: tradução de Maria Célia Santos Raposo, 14ª ed. / Petrópolis, Vozes, 2007.

HOCHSCHILD, A. R. The managed heart: commercialization of human feeling. Berkeley, University of California Press, 3ª ed. 1983/2013.

MAUSS, Marcel. Sociologia e antropologia. Título original: Sociologie et anthropologie. Introdução: Claude Lévi-Strauss. Tradução: Paulo Neves. São Paulo: Cosac Naify, 1950/2003.

SAHLINS, Marshall. On the Sociology of Primitive Exchange, in: M. Banton (org.) The Relevance of Models for Social Anthropology. Londres e Nova York: Tavistock Publications, pp. 139-236, 1965.

Downloads

Publicado

09-11-2016

Como Citar

ALVES DOS SANTOS, L. A PREPONDERÂNCIA DA TROCA DE DÁDIVAS EM UMA PRISÃO DE MULHERES. Revista Transgressões, [S. l.], v. 4, n. 2, p. 20–40, 2016. DOI: 10.21680/2318-0277.2016v4n2ID10767. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/transgressoes/article/view/10767. Acesso em: 16 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos