“MOONLIGHT – SOB A LUZ DO LUAR” E A PERSPECTIVA ECOLÓGICA DO CRIME NA MODERNIDADE LÍQUIDA: SOMOS QUEM PODEMOS SER?

Autores

  • Andressa Carvalho Vieira

DOI:

https://doi.org/10.21680/2318-0277.2017v5n1ID12103

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BAUMAN, Zygmunt. Confiança e medo na cidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2009.

______, Zygmunt. Identidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2005.

CARVALHO, Salo de. Criminologia cultural, complexidade e as fronteiras de pesquisa nas

ciências criminais. In BECHARA, Ana Elisa Liberatore S. (coord.). Revista Brasileira de

Ciências Criminais. São Paulo, ano 17, n. 81, nov-dez 2009. p. 294-338.

CRUZEIRO, Lucas de Oliveira. Sociedade excludente e sua perspectiva criminológica – uma

visão sobre a exclusão social, criminalidade e diferença na modernidade recente (Jack

Young). in ROCHA, Lilian Rose Lemos; BINATO JÚNIOR, Otávio (coord.). Caderno de pós-graduação em direito: criminologia. Brasília: UniCEUB – ICPD, 2016. p. 11-22.

MELHEM, Patricia Manente. Criminologia, Escola de Chicago e modernidade

líquida. Revista Jus Navigandi. Teresina, ano 18, n. 3655, 4 jul. 2013. Disponível

em: <https://jus.com.br/artigos/24879>. Acesso em: 18 abr. 2017.

SILVA, Luciano Filizola da. Em meio ao caos, quem é cidadão? Um olhar criminológico

sobre o choque de ordem e a Escola de Chicago. Boletim IBCCRIM: São Paulo, ano 17, n.

, junho 2009. p. 15-16.

Downloads

Publicado

24-05-2017

Como Citar

VIEIRA, A. C. “MOONLIGHT – SOB A LUZ DO LUAR” E A PERSPECTIVA ECOLÓGICA DO CRIME NA MODERNIDADE LÍQUIDA: SOMOS QUEM PODEMOS SER?. Revista Transgressões, [S. l.], v. 5, n. 1, p. 99–108, 2017. DOI: 10.21680/2318-0277.2017v5n1ID12103. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/transgressoes/article/view/12103. Acesso em: 13 jun. 2024.

Edição

Seção

Resenhas