AS CONSEQUÊNCIAS JURÍDICAS E PSICOLÓGICAS DIANTE DO ABORTO INDUZIDO NO BRASIL

  • Liviah Anne Medeiros Silva Faculdade Maurício de Nassau - Campina Grande
  • Matheus Tayrone Cachina Silva Faculdade Maurício de Nassau - Natal/RN
Palavras-chave: Aborto, Direito, Psicologia, Saúde Pública

Resumo

Localizando-se na interdisciplinaridade entre direito e psicologia. É certo que o aborto já existe em sociedade, em razão das exceções que o Código Penal estipula, nesse sentido, o presente estudo questiona o motivo de ainda a lei penal brasileira punir a mulher que objetiva interromper a gestação, isto é, induzir o aborto. Dessa forma, objetivou-se analisar o aborto no Brasil, enfatizando as principais consequências referentes a essa temática sob um olhar jurídico e psicológico, utilizando-se a revisão bibliográfica como método.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Liviah Anne Medeiros Silva, Faculdade Maurício de Nassau - Campina Grande

Graduanda do 9º (nono) período em Psicologia pela Faculdade Maurício de Nassau - Campina
Grande/PB.

Matheus Tayrone Cachina Silva, Faculdade Maurício de Nassau - Natal/RN

Graduado em Direito pela Faculdade Maurício de Nassau - Natal/RN. Membro do Nucrim
(UFRN) e UNEMUN (UFRN).

Publicado
29-01-2021
Como Citar
MEDEIROS SILVA, L. A.; TAYRONE CACHINA SILVA, M. AS CONSEQUÊNCIAS JURÍDICAS E PSICOLÓGICAS DIANTE DO ABORTO INDUZIDO NO BRASIL. Revista Transgressões, v. 8, n. 2, p. 247-261, 29 jan. 2021.
Seção
Artigos