Adoção de práticas ambientais a partir da atividade turística: a rota de turismo rural Pelotas colonial

Adoption of environmental practices from the tourism activity: the colonial Pelotas rural tourism route

  • Tatiana Porto de Souza Mestranda em Desenvolvimento Territorial e Sistemas Agroindustriais pela Universidade Federal de Pelotas – UFPel, Pelotas/RS, Brasil
  • Liciane Oliveira da Rosa Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCamb) pela Universidade Federal de Pelotas – UFPel, Pelotas/RS, Brasil https://orcid.org/0000-0003-3964-958X
  • Carolina da Silva Gonçalves Mestre em Ciências Ambientais pela Universidade Federal de Pelotas – UFPel, Pelotas/RS, Brasil https://orcid.org/0000-0002-2403-4905
  • Luciara Bilhalva Corrêa Professora Associada da Universidade Federal de Pelotas – UFPel, Pelotas/RS, Brasil https://orcid.org/0000-0002-1686-5282
  • Gisele Silva Pereira Professora no curso de Bacharelado em Turismo da Universidade Federal de Pelotas – UFPel, Pelotas/RS, Brasil

Resumo

A pesquisa propõe-se a analisar a contribuição do turismo na realização de práticas ambientais pelos empreendimentos turísticos da Rota de Turismo Rural denominada Pelotas Colonial, situada no município de Pelotas, no Estado do Rio Grande do Sul/Brasil. Trata-se de uma pesquisa descritiva, de caráter quali-quantitativo, na qual a entrevista estruturada e a observação foram os instrumentos de coleta dos dados. As entrevistas foram realizadas com dez responsáveis, dos quatorze empreendimentos pertencentes à Rota Pelotas Colonial, abordando a gestão dos resíduos sólidos nesses estabelecimentos. Por fim percebe-se que, apesar dos entrevistados considerarem que a educação ambiental é a mais relevante contribuição do turismo, notou-se a falta de conhecimento quanto às ações ambientais e como desenvolvê-las, além de conhecimentos teóricos e normativos a respeito do meio ambiente.

Palavras-chave: Turismo Rural. Práticas Ambientais. Gestão dos Resíduos Sólidos. Pelotas. Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Liciane Oliveira da Rosa, Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCamb) pela Universidade Federal de Pelotas – UFPel, Pelotas/RS, Brasil

Gestora Ambiental, mestranda no Programa de Pós Graduação em Ciências ambientais (PPGCamb) pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel). 

Carolina da Silva Gonçalves, Mestre em Ciências Ambientais pela Universidade Federal de Pelotas – UFPel, Pelotas/RS, Brasil

Engenheira Ambiental e Sanitarista e Mestre em Ciências Ambientais pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel). 

Luciara Bilhalva Corrêa, Professora Associada da Universidade Federal de Pelotas – UFPel, Pelotas/RS, Brasil

Graduação em Economia Doméstica pela Universidade Federal de Pelotas (1999). Mestrado em Educação Ambiental pela Universidade Federal do Rio Grande (2005). Doutorado em Educação Ambiental pela Universidade Federal do Rio Grande (2009). Professora Associada da Universidade Federal de Pelotas.

Gisele Silva Pereira, Professora no curso de Bacharelado em Turismo da Universidade Federal de Pelotas – UFPel, Pelotas/RS, Brasil

Bacharel em Turismo pela Universidade de Caxias do Sul/RS, Especialista em Gestão de Marketing pela Universidade Católica de Pelotas/RS, Mestre em Turismo pela Universidade de Caxias do Sul/RS e Doutora em Hospitality, Leisure and Tourism Management pela Oxford Brookes University/Inglaterra. Atualmente é professora no curso de Bacharelado em Turismo da Universidade Federal de Pelotas/RS 

Publicado
11-12-2020
Como Citar
PORTO DE SOUZA, T.; OLIVEIRA DA ROSA, L.; DA SILVA GONÇALVES, C.; BILHALVA CORRÊA, L.; SILVA PEREIRA, G. Adoção de práticas ambientais a partir da atividade turística: a rota de turismo rural Pelotas colonial. Revista de Turismo Contemporâneo, v. 9, n. 1, p. 64-82, 11 dez. 2020.
Seção
Artigos