SAÚDE MENTAL E GÊNERO: O SOFRIMENTO PSÍQUICO E A INVISIBILIDADE DAS VIOLÊNCIAS MENTAL HEALTH AND GENDER : PSYCHOLOGICAL DISTRESS AND INVISIBILITY OF VIOLENCES

Autores

  • Ioneide de Oliveira Campos Universidade de Brasília (UnB)
  • Valeska Zonello Universidade de Brasília (UnB)

DOI:

https://doi.org/10.21680/2238-6009.2016v1n48ID11505

Palavras-chave:

Saúde mental. Psiquiatria. Mulheres. Violência

Resumo

As classifi cações diagnósticas são utilizadas como modelo clínico nas intervenções
psiquiátricas no Ocidente. Neste estudo objetivou-se realizar uma leitura sobre os diagnósticos
e sintomas, a partir de uma perspectiva de gênero e saúde mental. Estudo
transversal, de abordagem quantiqualitativa, com produção de dados por análise de
prontuários dos usuários (as). Os resultados demonstram prevalência de diagnósticos
relacionados aos transtornos do humor em mulheres e, nos homens, de esquizofrenia,
transtornos esquizotípicos e delirantes. Esses dados, associados ao levantamento do
perfi l sociodemográfi co e a análise dos dados dos prontuários, apontam para a medicalização
e psiquiatrização da vida, sobretudo no caso das mulheres, cuja presença em
episódios de violência chegou a 32,54%.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

07-03-2017

Como Citar

CAMPOS, I. de O.; ZONELLO, V. SAÚDE MENTAL E GÊNERO: O SOFRIMENTO PSÍQUICO E A INVISIBILIDADE DAS VIOLÊNCIAS MENTAL HEALTH AND GENDER : PSYCHOLOGICAL DISTRESS AND INVISIBILITY OF VIOLENCES. Vivência: Revista de Antropologia, [S. l.], v. 1, n. 48, p. 105–117, 2017. DOI: 10.21680/2238-6009.2016v1n48ID11505. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/vivencia/article/view/11505. Acesso em: 28 jun. 2022.

Edição

Seção

Dossiê/Dossier