Utilização de sistemas de informações gerenciais sob a perspectiva de produtores rurais

Palavras-chave: Contabilidade Gerencial, Produtores Rurais, Sistema de Informação Gerencial

Resumo

Objetivo: Avaliar os reflexos da utilização de Sistemas de Informações Gerenciais (SIG) na gestão das pequenas empresas do ramo da atividade rural.

Metodologia: Nesse estudo, aplicou-se questionários para os produtores rurais que utilizam o sistema contábil convencional, obtendo 37 respostas. Adicionalmente, 7 entrevistas foram realizadas com produtores rurais que passaram a utilizar o SIG para controlar suas atividades.

Resultados: Com o uso da análise das diferenças entre os respondentes que usam ou não o SIG, permitiu-se identificar quais pontos estão atrelados à sua implantação, além de avaliar os benefícios obtidos a partir do sistema utilizado. Os resultados indicam que o uso do SIG refletiu de forma positiva na gestão, sobretudo no que tange ao controle de custos e da cultura, previsões de necessidades, aumento no lucro e auxílio na tomada de decisões.

Contribuições do Estudo: Os achados do estudo esclarecem a implicação prática com o uso do SIG em propriedades rurais, como a receptividade para o uso do sistema e, principalmente, que vantagens com o uso são mais indicadas por respondentes de propriedades que já fazem seu uso. Nesse sentido, reforça-se a necessidade de os empresários contábeis instigarem o uso de ferramentas gerenciais aos produtores rurais que ainda não usam, mas consideram como benéfico o uso dos SIG.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adressa Bittarello, Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO)

Graduada em Ciências Contábeis.

Stella Maris Lima Altoé, Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO)

Doutora em Contabilidade pela Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Professora no curso de Ciências Contábeis na Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO)

Ricardo Suave, Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO)

Doutor em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo (USP)

Professor no curso de Ciências Contábeis na Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO)

Referências

Almeida, L. D., Costa, F. D., Panhoca, L., Gomes, G. D. A., & Robazza, W. D. S. (2011). Práticas de controles gerenciais pelos produtores de leite no Oeste de Santa Catarina que adotam o método de Pastoreio Racional Voisin (PRV). Custos e Agronegócio on line, 7(1), 120-139.

Argilés, J. M., & Slof, E. J. (2001). New opportunities for farm accounting. European Accounting Review, 10(2), 361-383.

Atkinson, A. A., Banker, R. D., Kaplan, R. S., & Young, S. M. (2011). Contabilidade Gerencial. 3 ed. São Paulo: Atlas.

Bazzotti, C., & Garcia, E. (2006). A importância do sistema de informação gerencial na gestão empresarial para tomada de decisões. Ciências Sociais Aplicadas em Revista, 6(11), 1-18.

Beuren, I. M., Barp, A. D., & Filipin, R. (2013). Barreiras e possibilidades de aplicação da contabilidade gerencial em micro e pequenas empresas por meio de empresas de serviços contábeis. ConTexto, 13(24), 79-92.

Borilli, S. P., Philippsen, R. B., Ribeiro, R. G., & Hofer, E. (2005). O uso da contabilidade rural como uma ferramenta gerencial: um estudo de caso dos produtores rurais no município de Toledo–PR. Revista de Ciências Empresariais da UNIPAR, 6(1), 77-95.

Canziani, J. R. F. (2001). Assessoria administrativa a produtores rurais no Brasil. Tese de Doutorado. Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba, São Paulo. Recuperado de https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-28042004-105912/publico/jose.pdf.

Crepaldi, S. A. (2011). Contabilidade gerencial: teoria e prática. 5. ed. São Paulo: Atlas.

Fonseca, E. F. de M., & Garcia, O. P. G. O sistema de informação gerencial e sua importância no desenvolvimento das empresas. Revista Ciências Sociais em Perspectiva, 6(11), 11-25.

Guerreiro, R., Frezatti, F., & Casado, T. (2006). Em busca de um melhor entendimento da contabilidade gerencial através da integração de conceitos da psicologia, cultura organizacional e teoria institucional. Revista Contabilidade & Finanças, 17, 7-21.

Hofer, E., Pacheco, V., Souza, A., & Protil, R. M. (2011). A relevância do controle contábil para o desenvolvimento do agronegócio em pequenas e médias propriedades rurais. Revista Contabilidade e Controladoria, 3(1), 27-42.

Iudícibus, S. de (2009). Contabilidade gerencial. 6. ed. São Paulo: Atlas.

Kroenke, D. (2012). Sistemas de informação gerenciais. São Paulo: Saraiva.

Kruger, S. D., Mazzioni, S., & Boettcher, S. F. (2009). A importância da contabilidade para a gestão das propriedades rurais. Anais do Congresso Brasileiro de Custos, São Leopoldo-RS. Brasil.

Machado, J. R., Rape, S. F. De L., & Souza, S. R. (2015). Contabilidade Gerencial e sua importância para a gestão e tomada de decisão das empresas contemporâneas. Revista Eletrônica dos Cursos de Administração e Ciências Contábeis, 11.

Marconi, M. De A., & Lakatos, E. M. (2003). Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas.

Marion, J. C. (2009). Contabilidade básica. 10. ed. São Paulo: Atlas.

Mazzioni, S., Zanin, A., Kruger, S. D., & da Rocha, J. L. K. (2006). A importância dos controles gerenciais para o agribusiness. Revista Catarinense da Ciência Contábil, 6(16), 9-26.

Oliveira, D. de P. R. de. (2008). Sistemas de informações gerenciais: estratégicas táticas operacionais. 12. ed. São Paulo: Atlas.

Oliveira, S. F., & Menelau, A. S. (2018). Sistema de informação gerencial aplicado ao agronegócio da uva na região do polo brasileiro de frutas. Revista em Agronegócio e Meio Ambiente, 11(2), 363-384.

Padoveze, C. L. (2010). Contabilidade gerencial: um enfoque em sistema de informação contábil. 7. ed. São Paulo: Atlas.

SEBRAE - Serviço Brasileiro de apoio às micro e pequenas empresas. (2011). Taxa de sobrevivência das empresas no Brasil. Recuperado de

http://www.sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/Anexos/Sobrevivencia_das_empresas_no_Brasil_2011.pdf.

Silva, M. Z., Rech, L. C., & Rech, G. M. (2010). Estudo sobre as práticas de gestão utilizadas no gerenciamento das pequenas propriedades rurais de Guaramirim. Revista Ciências Sociais em Perspectiva, 9(17), 57-74.

Thomas, R. L. (2019). Capital Paranaense da Cevada e do Malte, Guarapuava produz 40% da cevada do País. Recuperado de https://gmaisnoticias.com/capital-paranaense-da-cevada-e-do-malte-guarapuava-produz-40-da-cevada-do-pais.

Zanin, A., Oenning, V., Tres, N., Kruger, S. D., & Gubiani, C. A. (2014). Gestão das propriedades rurais do Oeste de Santa Catarina: as fragilidades da estrutura organizacional e a necessidade do uso de controles contábeis. Revista Catarinense da Ciência Contábil, 13(40), 9-19.

Publicado
02-07-2021
Como Citar
BITTARELLO, A.; ALTOÉ, S. M. L.; SUAVE, R. Utilização de sistemas de informações gerenciais sob a perspectiva de produtores rurais. REVISTA AMBIENTE CONTÁBIL - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - ISSN 2176-9036, v. 13, n. 2, p. 318-334, 2 jul. 2021.
Seção
Seção 3: Pesquisas de Campo sobre Contabilidade (Survey) (S3)