Editorial – Revista Ambiente Contábil – Volume 4 – Número 2 – jul./dez./2012

  • José Dionísio Gomes da Silva UFRN

Resumo

A Revista Ambiente Contábil (Ambiente) apresenta na sua 8ª edição 10 (dez) artigos que tratam de assuntos relevantes para a área contábil.

Artigo 1 - DEZ ANOS DE RESPONSABILIDADE FISCAL: UM ESTUDO DA EVOLUÇÃO DA DÍVIDA PÚBLICA DA PREFEITURA DO RECIFE de Sheila Messias da Silva, Jorge Expedito de Gusmão Lopes, Marcleide Maria Macêdo Pederneiras e de Edilson Paulo  com o objetivo de analisar o comportamento do endividamento do município do Recife diante da obediência da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Artigo 2 - TERMÔMETRO AMBIENTAL: UM ESTUDO SOBRE NÍVEIS DE COMPROMETIMENTO E DESEMPENHO DA GESTÃO AMBIENTAL DE UMA EMPRESA DO SETOR FABRIL DO ESTADO DE SANTA CATARINA de Fabrícia Silva da Rosa, Gabriel Donadio Costa, Elisete Dahmer Pifitscher e de Rogério João Lunkes visa analisar o efeito do nível de comprometimento no desempenho ambiental de uma empresa do setor têxtil do Estado de Santa Catarina.

Artigo 3 - ANÁLISE DE TENDÊNCIA DOS ESTUDOS ENFOCADOS EM CUSTOS E EFICIÊNCIA DO SETOR DE SANEAMENTO BÁSICO de Daniele Eufrásio Oliveira, Luiza Adélia da Silva Assi, Alexandro Barbosa, Luiz Vieira de Oliveira Sobrinho e de Izabel de Medeiros Coelho com o objetivo descrever as tendências dos estudos quantitativos enfocados em custos e eficiência que vêm sendo aplicados ao setor de saneamento básico.

Artigo 4 - MUDANÇAS NO ATIVO IMOBILIZADO DECORRENTES DA CONVERGÊNCIA ÀS NORMAS INTERNACIONAIS DE CONTABILIDADE - IFRS: O CASO DA ALFA FUNDIÇÃO E TECNOLOGIA de Alex Eckert, Marlei Salete Mecca, Roberto Biasio e de Patrícia de Lima de Oliveira com o objetivo de evidenciar e analisar as mudanças e os impactos, com a adoção do IFRS, no Ativo Imobilizado da empresa Gaúcha Alfa Fundição e Tecnologia.

Artigo 5 - EFICIÊNCIA PRODUTIVA E ANÁLISE ECONÔMICA E FINANCEIRA DE USINAS DE CANA-DE-AÇÚCAR DO ESTADO DE SÃO PAULO de Antônio Carlos Brunozi Júnior, Luiz Antônio Abrantes, Adriano Provezano Gomes e de Rosiane Maria Lima Gonçalves com o objetivo geral de determinar o grau de eficiência das usinas beneficiadoras de cana-de-açúcar estudadas do Estado de São Paulo na safra 2008/2009, de forma a analisar se operam da melhor maneira possível ou se apresentam desperdícios.

Artigo 6 - ENDIVIDAMENTO E LUCRATIVIDADE: UM ESTUDO EM EMPRESAS FAMILIARES E NÃO FAMILIARES QUE COMPÕEM O ÍNDICE IBRX-100 DA BM&FBOVESPA de Jorge Eduardo Scarpin, Dalci Mendes Almeida e de Débora Gomes Machado com o objetivo de é analisar se há diferença entre o endividamento e a lucratividade em empresas familiares e não familiares brasileiras, listadas na BM&FBovespa, que compõem o Índice Brasil-100.

Artigo 7 - MENSURAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL: UMA APLICAÇÃO EM HOTÉIS LOCALIZADOS NA VIA COSTEIRA DA CIDADE DE NATAL/RN de Joselia Maria Rodrigues de Andrade e de Renata Paes de Barros Câmara com o objetivo de avaliar a Sustentabilidade Empresarial das empresas hoteleiras, localizadas na Via Costeira da cidade de Natal, na percepção dos seus gestores, utilizando o modelo de mensuração do GSE proposto por Callado (2010).

 

Artigo 8 - VALOR ADICIONADO: TENDÊNCIAS METODOLÓGICAS E TEMÁTICAS ADOTADAS NO PERÍODO 1970-2010 de Jocelino Donizetti Teodoro, Anderson Catapan, Cláudio Marcelo Edwards Barros e de Luciano Márcio Scherer com o objetivo de analisar as abordagens temáticas e metodológicas que têm sido adotadas no desenvolvimento de estudos científicos nacionais e internacionais sobre o Valor Adicionado ou a DVA.

Artigo 9 - EVIDENCIAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS CONSOLIDADAS DO SISTEMA DE CRÉDITO COOPERATIVO SICREDI de Vivian Maria Anschau, Simone Leticia Raimundini, Márcia Bianchi e de João Marcos Leão da Rocha com o objetivo geral de analisar as diferentes metodologias utilizadas para a consolidação do Balanço Patrimonial e da Demonstração do Resultado do Exercício no Sistema de Crédito Cooperativo Sicredi e avaliar as principais vantagens e limitações de cada metodologia sob a perspectiva da evidenciação contábil, com base no IFRS 10.

Artigo 10 - PROCESSO DE INSTITUCIONALIZAÇÃO DE HÁBITOS E ROTINAS DE CONTROLADORIA: UM ESTUDO DE CASO EM EMPRESA FAMILIAR de Ilse Maria Beuren e de Everaldo Leonel de Oliveira com o objetivo geral de investigar o processo de institucionalização de hábitos e rotinas de controladoria em empresa familiar.

 

 

Boa leitura. Cordiais saudações!

Prof. Dr. José Dionísio Gomes da Silva

Editor

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Dionísio Gomes da Silva, UFRN
Possui graduação de Bacharel em Ciências Contábeis pela Sociedade Civil Colégio Moderno - Faculdades Integradas - Belém - PA (1985) e Mestrado em Ciências Contábeis - Multiinstitucional das UnB/UFPB/UFPE/UFRN (2004/2005). Atualmente é Professor Assistente I da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) - Departamento de Ciências Contábis. Lecionou na Faculdade Santa Catarina (FASC), Faculdade Boa Viagem (FBV) e na Faculdade de Ciências Humanas ESUDA (FCHE), no período de agosto de 2002 a julho de 2009 (disciplinas: contabilidade geral, contabilidade comercial, fundamentos de contabilidade, auditoria, contabilidade empresarial, contabilidade governamental, etc). Tem experiência na área de Ciências Contábeis, atuando principalmente contador do setor público por mais de 15 anos (auditoria governamental, tomador de contas, instrutor do SIAFI e SIASG).
Publicado
24-10-2012
Como Citar
SILVA, J. D. G. DA. Editorial – Revista Ambiente Contábil – Volume 4 – Número 2 – jul./dez./2012. REVISTA AMBIENTE CONTÁBIL - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - ISSN 2176-9036, v. 4, n. 2, p. i-ii, 24 out. 2012.
Seção
EDITORIAL