SISTEMA DE CUSTOS MUNICIPAL: DESAFIOS, OBSTÁCULOS E PERCEPÇÃO NO CASO DO MUNICÍPIO DE VILHENA, RONDÔNIA

  • Alexandre de Freitas Carneiro Universidade Federal de Rondônia
  • Rosana Aparecida Almeida Correia Mittmann Universidade Federal de Rondônia
  • José Arilson de Souza Universidade Federal de Rondônia
  • Sidiney Rodrigues Universidade Federal de Rondônia

Resumo

Dentre as muitas mudanças promovidas na contabilidade no setor público uma das principais é a implantação do sistema de custos, mas não havia prazo determinado para tal implantação. No entanto, haverá para 2014. Até o momento, o município de Vilhena, Estado de Rondônia, não possui um sistema de custos. Por esta razão, este estudo tem como objetivo principal responder à seguinte questão: quais os fatores que determinam as dificuldades para a implantação de um sistema de custos no município de Vilhena? Também, especificamente, procurou-se analisar a percepção dos gestores e servidores sobre o conhecimento de sistema de custos. O método foi um estudo de caso nesse município, pesquisa de campo, e utilizou-se o formulário, entrevistas e análise documental. Utilizou-se a tabulação de dados por comparações para analisar as respostas das 17 entrevistas. Analisaram-se os dados por comparação de respostas e, ainda, com estatística descritiva com frequência relativa. Concluiu-se que alguns fatores dificultam a implantação e desenvolvimento do sistema de custos como a falta de conhecimento do gestor, a falta de interesse desse tipo de controle, a falta de servidores especializados e capacitados (principalmente da área de tecnologia da informação), falta de estudos na área e de planejamento das atividades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre de Freitas Carneiro, Universidade Federal de Rondônia

Professor e Chefe do Departamento Acadêmico de Ciências Contábeis da Universidade Federal de Rondônia. Mestrado em Administração. Especialização em Contabilidade e Controladoria. Contador. Graduação em Ciências Contábeis pela Universidade Vale do Rio Doce (UNIVALE-MG). Membro pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Organizações – GEPORG, UNIR. Revisor de periódico. Foi professor em curso de pós-graduação lato sensu (IESA), da graduação em Ciências Contábeis (AVEC), Contador do Município de Vilhena/RO e Diretor Administrativo e Contador da Autarquia Municipal SAAE. Já exerceu funções de chefia, vice-chefia de departamento e conselho fiscal. Membro do Comitê Assessor de Extensão – CAEX/PROCEA e, do Núcleo Docente Estruturante – NDE do curso de Ciências Contábeis. Atua nas áreas de Contabilidade Geral, Contabilidade e Gestão Pública, Terceiro Setor e Ambiental e Controladoria de Organizações.

Rosana Aparecida Almeida Correia Mittmann, Universidade Federal de Rondônia
Graduação em Ciências Contábeis
José Arilson de Souza, Universidade Federal de Rondônia
Mestre em Administração
Sidiney Rodrigues, Universidade Federal de Rondônia
Mestre em Ciências Contábeis
Publicado
10-09-2013
Como Citar
CARNEIRO, A. DE F.; MITTMANN, R. A. A. C.; DE SOUZA, J. A.; RODRIGUES, S. SISTEMA DE CUSTOS MUNICIPAL: DESAFIOS, OBSTÁCULOS E PERCEPÇÃO NO CASO DO MUNICÍPIO DE VILHENA, RONDÔNIA. REVISTA AMBIENTE CONTÁBIL - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - ISSN 2176-9036, v. 5, n. 2, p. 53-67, 10 set. 2013.
Seção
ARTIGOS