Transexualidade: as consequências do preconceito escolar para a vida profissional

  • Heloisa Aparecida de Souza Pontifícia Universidade Católica de Campinas
  • Marcia Hespanhol Bernardo Universidade Católica de Campinas
Palavras-chave: Transexualidade. Escolaridade. Trabalho. Preconceito

Resumo

Nesse artigo, discute-se a relação entre os problemas encontrados no ambiente escolar e a dificuldade para a colocação profissional de mulheres transexuais. A partir do enfoque da Psicologia Social, adotou-se como metodologia a proposição do “Campotema” que permite maior compreensão do assunto estudado, acessando-o nos mais diversos espaços em que se manifeste. Os resultados indicam que a falta de aceitação e o preconceito no ambiente escolar geram obstáculos para o bom aproveitamento da educação formal e alto índice de evasão escolar entre as transexuais. A baixa escolaridade decorrente desse contexto soma-se aos estigmas e à vulnerabilidade social dessa população, tendo como consequência uma grande dificuldade para inserção no mercado de trabalho formal, especialmente, em cargos que exigem maior qualificação.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
APARECIDA DE SOUZA, H.; HESPANHOL BERNARDO, M. Transexualidade: as consequências do preconceito escolar para a vida profissional. Bagoas - Estudos gays: gêneros e sexualidades, v. 8, n. 11, 11.