Acidente por Surucucu (Lachesis sp) no Estado do Ceará: Relato de caso

Palavras-chave: Lachesis muta; Mordeduras de serpentes; Síndrome compartimental.

Resumo

A serpente Lachesis muta, conhecida como “surucucu” ou “pico-de-jaca”, é a maior serpente peçonhenta da América Latina, podendo alcançar até 4,5 metros de comprimento. Devido à sua preferência de habitat, principalmente em domínios florestais úmidos, os envenenamentos em humanos não são comuns. O objetivo deste trabalho foi relatar um caso de envenenamento ofídico, causado por serpente do gênero Lachesis, atendido no Centro de Informação e Assistência Toxicológica do Ceará (CIATox-CE). Paciente masculino, 43 anos de idade, procedente da zona rural de Pacoti-Ceará foi vítima de acidente ofídico grave em mão direita, em 15 de julho de 2020. Chega à rede hospitalar especializada 23 horas após acidente, onde recebe o diagnóstico de envenenamento laquético grave, baseado na descrição da serpente pelo paciente, manifestações clínicas e resultados de exames laboratoriais. O tratamento constituiu na administração de 20 fracos-ampolas de Soro Anti-Botrópico/Laquético (SABL). O paciente evoluiu com síndrome compartimental em membro superior direito, grau mínimo e reversível de lesão renal aguda e coagulopatia adquirida, cuja normalização se deu poucas horas após soroterapia e administração de hemocomponente, o que possibilitou a realização da fasciotomia. O paciente apresentou desfecho clínico favorável. Pode-se concluir que a demora em procurar atendimento especializado contribuiu para agravamento do quadro clínico do paciente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRADE FILHO, A., CAMPOLINA, D., DIAS, M. B. Ofidismo. In:____. Toxicologia na prática clínica. 2.ed. Belo Horizonte: Folium, 2013. p. 491-510.

BORGES-NOJOSA, D.M.; LIMA-VERDE, J.S. Lachesis muta rhombeata. Geographic distribution. Herpetological Review. v.30, n.4, p.235, 1999.

BRASIL. Ministério da Saúde. Manual de diagnóstico e tratamento de acidentes por animais peçonhentos. 2. ed. Brasília: Fundação Nacional de Saúde, 2001.

DE LIMA, P. H. S.; JUNIOR, V.H. A snakebite caused by a bushmaster (Lachesis muta): report of a confirmed case in State of Pernambuco, Brazil. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [Internet]. v.48, n.5, p.636-637, 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S003786822015000500636&lng=en. Acesso em: 21 dez. 2020.

DINIZ-SOUSA, R. et al. A brief review on the natural history, venomics and the medical importance of bushmaster (Lachesis) pit viper snakes. Toxicon. v. 7, 2020.

FEITOSA, R. F. G.; MELO, I. M. L. A.; MONTEIRO, H. S. A. Epidemiologia dos acidentes por serpentes peçonhentas no Estado do Ceará - Brasil. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [Internet]. v.30, n.4, p.295-301, agosto, 1997. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S003786821997000400004&lng=en. Acesso em: 21 dez. 2020.

FRANÇA, F.O.S; MÁLAQUE, C.M.S;. Acidente botrópico. In: CARDOSO, J.L.C. et al. Animais peçonhentos no Brasil: biologia, clínica e terapêutica dos acidentes. São Paulo: Sarvier, FAPESP, 2009. p.81-95.

GARNER, M.R. et al. Compartment Syndrome: Diagnosis, Management, and Unique Concerns in the Twenty-First Century. HSS J. v. 10, n.2, p. 143-152, 2014.

LIMA-VERDE, J.S. Estado Atual do Conhecimento sobre a Fauna Reptiliana do Ceará. Tese de Concurso para Professor Titular. Universidade Federal do Ceará, 1991.

MOTA-DA-SILVA, A.; MONTEIRO, W.M.; BERNARDE, P.S. Popular names for bushmaster (Lachesis muta) and lancehead (Bothrops atrox) snakes in the Alto Juruá region: repercussion to clinical-epidemiological. Rev. Soc. Bras. Med. Trop., Uberaba, v. 52, e-20180140, 2019. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S003786822019000100605&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em 14 fev. 2021.

MOTA DA SILVA, A. et al. Epidemiological and clinical aspects of snakebites in the upper Juruá River region, western Brazilian Amazonia. Acta Amaz. v.50, n.1, 2020.

PARDAL, P. P. O. et al. Clinical trial of two antivenoms for the treatment of Bothrops and Lachesis bites in the north eastern Amazon region of Brazil. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene. v.98, n.1, p.28-42, 2004.

PARDAL, P. P. O. et al. Snake bite by the bushmaster (Lachesis muta muta) in Belém-Pará: a case report. Revista Paraense de Medicina. v.21, n.1,p.37-42, 2007.

ROSENTHAL, R. et al. Intestinal ischemia after bushmaster (Lachesis muta) snakebite – a case report. Toxicon. v.40, n.2, p.217-220, 2002.

SANCHEZ, E.F. et al. Resolution of isoforms of mutalysin II, the metalloproteinase from Bushmaster snake venom. Toxicon. v. 41, n.8, p. 1021–1031, 2003.

SOUZA, R.C.G. Aspectos clínicos do acidente laquético. In: CARDOSO, J.L.C.C. et al. Animais Peçonhentos do Brasil: biologia, clínica e terapêutica dos acidentes. 2.ed. São Paulo: Elsevier, 2009. p. 96-107.

STRANSKY, S. et al. In vitro assessment of cytotoxic activities of Lachesis muta muta snake venom. PLoS Neglected Tropical Diseases. v.12, n. 4, p. 1-17, april, 2018.

TAVARES, A. V. et al. The epidemiology of snakebite in the Rio Grande do Norte State, Northeastern Brazil. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [Internet], v. 59, e52. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0036-46652017005000227&script=sci_abstract. Acesso em: 21 dez. 2020.

ZANOTTY, Y. et al. Mutacytin-1, a New C-Type Lectin-Like Protein from the Venezuelan Cuaima (Lachesis muta muta Linnaeus, 1766) (Serpentes: Viperidae) Snake Venom Inducing Cardiotoxicity in Developing Zebrafish (Danio rerio) Embryos. Zebrafish. v. 16, n. 4, p. 379-387, 2019.

Publicado
05-03-2021
Como Citar
MALVEIRA, S. K. M.; SALIS, C. R. DE; CORREIA, J. M.; ALBUQUERQUE , P. L. M. M.; ROMEU, G. A. Acidente por Surucucu (Lachesis sp) no Estado do Ceará: Relato de caso. Revista de Casos e Consultoria, v. 12, n. 1, p. e23909, 5 mar. 2021.
Seção
Artigos