O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto está em espaço 1,5; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.

Diretrizes para Autores

Critérios para submissão

 

1 – A revista Educação e Infâncias aceita textos que se enquadrem nas categorias abaixo relacionadas:

- Artigos: trabalhos que apresentem resultados de investigações científicas, de caráter original, teórico ou empírico, que empreguem o uso de procedimentos metodológicos e que demonstrem a validade dos resultados apresentados.

- Relatos de experiência: produção textual na qual o autor apresenta uma experiência vivenciada no campo da Educação das Infâncias, mediante a descrição e a análise de aspectos pedagógicos, metodológicos e motivacionais que envolvem e determinam a situação relatada.

 

Diretrizes para a submissão de artigos

 

2 – Para a delimitação da proposta, o(s) autor(es) deve(m) utilizar a seguinte estrutura:

 

a. título do artigo (centralizado, negrito, caixa alta e com, no máximo, 100 caracteres (com espaço));

b. resumo (justificado, parágrafo único fonte Century Gothic no corpo 12 e espaçamento simples entre linhas);

c. texto completo;

d. textos justificados;

e. título das secções, título resumo e título referências todos em negrito alinhados à esquerda; 

f. título das subsecções devem acompanhar as nomas estabelecidas pela ABNT;

g. referências justificadas.

 

3 – O artigo deve ser configurado para papel A4, a partir das seguintes indicações: digitação em word for Windows; Todas as margens devem ter 2,5 cm (superior/inferior/direita/esquerda); fonte Century Gothic no corpo 12 e espaçamento entre linhas de 1,5 cm; início de parágrafo com recuo de 1,25 cm; sem espaçamento entre parágrafos. Quando utilizar citações (a partir de quatro linhas), o espaçamento deve ser simples e a fonte 11; Textos inseridos em quadros e tabelas devem obedecer a fonte 10.

4 – Os artigos devem ser originais e inéditos, com tamanho estabelecido de 20 a 25 laudas. É preciso constar, também, resumo em língua portuguesa e em uma língua estrangeira de escolha do(s) autor(es), com aproximadamente quinze linhas ou cento e cinquenta palavras, com indicação de quatro palavras-chave. O resumo precisa ser escrito em parágrafo único, sem recuo. No texto deve conter de maneira clara, objetiva e concisa, os objetivos, o referencial teórico, os procedimentos metodológicos e os principais resultados;

5 – Os artigos aceitos serão publicados em português, com resumo disponível em língua portuguesa e em uma língua estrangeira de escolha do(s) autor(es);

6 – Deve-se colocar o título em português e na língua estrangeira escolhida, antes de cada resumo (em negrito e caixa alta), autor(es), instituição e país;

7 – Nas citações a partir de quatro linhas, recomenda-se fazer recuo de 4cm, seguido do sobrenome do(s) autor(res), ano e página;

8 – É preciso escrever o sobrenome dos autores que foram citados no corpo do texto;

9 – Nas referências, deve constar, somente, os autores consultados e apresentados durante o texto. Tanto autores quanto tradutores devem ser apresentados com seus nomes completos;

10 – As notas de rodapé devem aparecer ao final do texto, antes das referências. As notas não devem ultrapassar os 400 caracteres e devem ser apresentadas em fonte de tamanho 10;

11 – As imagens e as figuras que aparecem no artigo devem apresentar alta resolução;

12 – O autor deve preparar um documento (declaração) que ateste a originalidade e o ineditismo do artigo (link de acesso ao modelo:  bit.ly/originaleduinf) e um termo de autorização para uso de imagens (link de acesso ao modelo:  bit.ly/imagemeduinf);

13 – Os artigos podem apresentar, no máximo, três autores. Exige-se que pelo menos um dos autores tenha o título de doutor;

14 – Em pesquisas de caráter interinstitucional (envolvendo universidades, institutos, centros de pesquisa no Brasil e no exterior, etc), serão aceitos, no máximo, seis autores;

15 – No caso de artigos resultantes de pesquisas de mestrado e doutorado, serão aceitos, no máximo, dois autores;

16 – Para a avaliação dos artigos, os pareceristas considerarão:

a. Coerência teórica e conceitual no resumo e texto completo;

b. Articulação entre as partes do artigo;

c. Consistência nos procedimentos teórico-metodológicos adotados, alinhados aos objetivos estabelecidos para a investigação;

d. Relevância do trabalho, atualidade e originalidade;

e. Contribuição da pesquisa para o avanço da área que se encontra vinculado;

f. Uso da norma culta da língua em que estiver escrito o texto;

g. Uso adequado das normas da ABNT no título, resumo e palavras-chave, corpo de textos e referências bibliográficas;

h. Precisão e objetividade na escrita.

 

Diretrizes para a submissão de relatos de experiência

17 – Os relatos de experiência devem ter de 12 a 20 laudas. Os títulos precisam ser concisos e descritivos, abordando o tema do relato e devem ser apresentados também na língua estrangeira selecionada pelo autor;

18  Os relatos de experiência podem ter, no máximo, três autores;

19 – A formatação dos relatos de experiência deve obedecer as mesmas orientações dos artigos, conforme já explicitado acima e devem apresentar a seguinte estrutura: título. palavras-chave; resumo em língua portuguesa; resumo em língua estrangeira; introdução; desenvolvimento; resultados e análises; considerações finais; referências.

20 – Os relatos serão avaliados, considerando-se: clareza do relato, pertinência da experiência em relação ao conhecimento produzido para a área da Educação da Infância; consistência da exposição das vivências pedagógicas, dos resultados da experiência e dos argumentos de análise; adequação da escrita à norma culta da língua portuguesa e aquelas estabelecidas pela Revista Educação e Infâncias;

21 – A avaliação duplo cega será realizada por dois pareceristas. Uma terceira avaliação poderá ser solicitada, caso ocorra divergência de opiniões;

22 – O autor deve preparar um termo de autorização para uso de imagens (link de acesso ao modelo: bit.ly/imagemrelatoeduinf);

Diretrizes gerais

23 – A avaliação duplo cega, será realizada por dois pareceristas. Uma terceira avaliação poderá ser solicitada, caso ocorra divergência de opiniões;

24 – O tempo máximo para envio de pareceres para o(s) autor(es) é de trinta e cinco dias;

25 – Os artigos e os relatos de experiência enviados para a Revista Educação e Infâncias serão apreciados pelo Conselho Editorial, que realiza uma primeira análise quanto às normas e a política editorial da revista. Caso seja detectada a adequação do texto ao que é proposto pela revista, o material é encaminhado para os pareceristas para avaliação do tipo cega. As fases subsequentes do processo de submissão e avaliação dos textos são acompanhadas pelo Conselho Editorial e Consultivo da revista;

26 – Os artigos e os relatos de experiência submetidos para apreciação podem ser acompanhados pelo(s) autor(es) em todas as fases (aceitação ou rejeição; envio para pareceristas; pareceres emitidos e enviados para os seus autores;

27 – Todos os pareceres emitidos pelos avaliadores deverão ser analisados pelo Conselho Editorial e Consultivo da Revista Educação e Infâncias. Após a apreciação dos pareceres redigidos pelos avaliadores, os autores recebem uma notificação quanto ao aceite (ou não) do texto para publicação;

28 – O período de submissão de artigos e relatos de experiência para a revista estende-se do dia 10 de fevereiro a 15 de dezembro de cada ano.

29 – Os procedimentos para submissão de textos para a revista deve seguir as orientações determinadas pelo Portal de Periódicos da UFRN;

30 – A citação de autores nos textos, bem como as referências ao final das produções, devem seguir as normas técnicas da ABNT em vigência (novembro de 2018).



 

Artigos

Política padrão de seção

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.