Transformações no trabalho de fotógrafos de casamento a partir da passagem da fotografia analógica para a fotografia digital

Autores

  • Cristina Teixeira Marins UFF

DOI:

https://doi.org/10.21680/2446-5674.2019v6n10ID15713

Palavras-chave:

Fotógrafos de casamento; profissão; trabalho; técnica

Resumo

Este artigo parte de minha pesquisa etnográfica sobre o trabalho exercido por fotógrafos de casamento e tem como principal propósito a elaboração de uma reflexão acerca de mudanças recentes neste campo profissional, em especial aquelas acarretadas pela passagem da fotografia analógica para a fotografia digital. Com este intuito, tomo como foco de análise a noção de técnica que, no meu campo empírico, se traduz na relação dos fotógrafos de casamento com seu equipamento (o que inclui a câmera fotográfica, mas não se limita a esta), com seu corpo e sentidos a fim de desempenhar seu trabalho através de um processo de caráter eminentemente social. Os argumentos apresentados no artigo se baseiam em material etnográfico construído através de intensa interlocução com fotógrafos de casamento cujas trajetórias variam substancialmente em termos de tempo de carreira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AVANCINI, Atílio. A imagem fotográfica do cotidiano: significado e informação no jornalismo. Brazilian journalism research: journalism theory, research and criticism, v. 7, n. 1: 50-68, 2011.

BARBOSA, Andréa, FERRAZ, Ana Lu?cia Marques Camargo e FERREIRA, Francirosy. Fotografia e memória: entrevista com Miriam Moreira Leite. Revista Anthropológicas, ano 13, vol. 20(1+2): 339-354, 2009.

BARTHES, Roland. A câmara clara: nota sobre a fotografia. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2015 [1980].

BECKER, Howard. Art As Collective Action. American Sociological Review, 39(6): 767-776, 1974.

_____, Howard. Art worlds. California: University of California Press, 1982.

CARRIÇO, Antônio de Salvo. Práticas de fabricação: higiene e sujeiras na produção de pães e padeiros. In: RAM 2017 - XII Reunión de Antropología del Mercosur, Posadas. Libro de Actas: XII Reunión de Antropología del Mercosur, 2018.

CONSTABLE, Nicole. Nostalgia, Memory, and Modernity: Bridal Portraits in Contemporary Beijing. Visual Anthropology: Published in cooperation with the Commission on Visual Anthropology, 19(1): 39-55, 2006.

DI DEUS, Eduardo. A dança das facas: trabalho e técnica em seringais paulistas. 2017. 415f. Tese de Doutorado, Universidade de Brasília, Brasília, 2017.

DUBOIS, Philippe. O ato fotográfico e outros ensaios. Campinas, SP: Papirus, 1993 [1990].

EDWARDS, Walter. Modern Japan through its weddings: gender, person, and society in ritual portrayal. Stanford: Stanford University Press, 1989.

ELIAS, Norbert. “Estudos sobre a gênese da profissão naval: cavalheiros e tarpaulins”. Mana, 7(1): 89-116, 2001 [1950]. Disponível em: <https://dx.doi.org/10.1590/S0104-93132001000100005> Acesso em 15 de ago 2018.

ESCOURA, Michele. Formal attire from one side of the “bridge” to the other: the wedding market and class and gender relations inscribed in the territory of the city”. in: Vibrant – Virtual Brazilian Anthropology, 14 (3):238-256. Disponível em: <http://www.vibrant.org.br/michele-escoura-formal-attire-from-one-side-of-the-bridge-to-the-other-the-wedding-market-and-class-and-gender-relations-inscribed-in-the-territory-of-the-city/> Acesso em 15 de ago 2018.

GALLINI, Clara. “Le rituel médiatique”. In: ALTHABE, Gérard (dir.); FABRE, Daniel (dir.) et LENCLUD, Gérard (dir.). Vers une ethnologie du présent. Nouvelle édition [en ligne]. Paris: Éditions de la Maison des sciences de l’homme, 1996. (généré le 16 mai 2018). Disponible sur Internet: <http://books.openedition.org/editionsmsh/3865>.

GUPTA, Akhil e FERGUSON, James. Anthropological Locations: Boundaries and Grounds of a Field Science. Berkley: University of California Press, 1977.

HOWARD, Vicki. Brides, Inc.: American weddings and the business of tradition. University of Pennsylvania Press, 2008.

HUGHES, Everett C. “Professions”. Daedalus, 92(4): 655–668, 1963.

LEITE LOPES, José Sergio e CIOCCARI, Marta. “Introdução” In.: _____. Narrativas da desigualdade: memórias, trajetórias e conflitos. Rio de Janeiro: Mauad X, 2013.

LEITE, Miriam Moreira. Retratos de família: leitura da fotografia histórica. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1993.

MARINS, Cristina Teixeira. Quando o céu é o limite: Uma análise antropológica do evento de celebração do casamento a partir da perspectiva de cerimonialistas. Rio de Janeiro: Eduff, 2016.

_____. “Com açúcar, com afeto”: um olhar antropológico sobre rituais matrimoniais a partir de suas mesas de doces”. Mana. Estudos de Antropologia Social, 23(2): 401-426, 2017.?

MARTINS, Ana Cristina dos Santos. “A construção de um lugar de memória. Conjunto etnográfico de moldes de danças e corais arouquenses 1944-2013”. 89f. 2º Ciclo de Estudos em História e Património – Mediação Patrimonial. Faculdade de Letras do Porto, Portugal, 2014.

MAUAD, Ana Maria. Imagens de passagem: fotografia e os ritos da vida católica da elite brasileira, 1850-1950. In: VIII Encontro regional da ANPUH, 1998. Anais eletrônicos. Vassouras: 1998. Disponível em: <http://principo.org/imagens-de-passagem-fotografia-e-os-ritos-da-vida-catlica-da-e.html>

MAUAD, Ana Maria. Poses e flagrantes: ensaios sobre história e fotografias. Niterói : Editora da UFF, 2008.

MAUSS, Marcel. “As técnicas do corpo”. In.: ____ Sociologia e antropologia, São Paulo: Cosac Naify, 2003 [1934].

MILLER, Daniel and SLATER, Don. 2004. “Etnografia on e off-line: cibercafés em Trinidad”. Horizontes antropológicos [online], 10(21): 41-65. [cited 2018-08-14]. Available from: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-71832004000100003&lng=en&nrm=iso>. ISSN 0104-7183. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-71832004000100003> Acesso em 15 de ago 2018.

MITSI, Márcia Ecléia Manha e SOUZA, Maria Irene Pellegrino de Oliveira. A fotografia como evidência histórica: retratos da família Mitsi. Anais do II Encontro Nacional de Estudos da Imagem, Londrina, 2009. Disponível em: <http://www.uel.br/eventos/eneimagem/anais/trabalhos/pdf/Mitsi_Marcia%20Eleia%20Manha.pdf> Acesso em 15 de ago 2018.

PINHO, Érika Bezerra de Meneses. “Um sonho na?o tem preço": Uma etnografia do mercado de casamentos no Brasil. Tese de Doutorado, Universidade Federal do Rio Grande do Sul — Porto Alegre, 2017.

RENDEIRO, Márcia Elisa Lopes Silveira. A?lbuns de família: fotografia e memória nos anos dourados. Dissertação de mestrado — Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, 2008.

SCHNEID, Frantieska Huszar e MICHELON, Francisca Ferreira. 2014. “Pensando fotografias de casamento como suporte de memória familiar e registro de cultura material”. Encontro Nacional de Pesquisa em Comunicação e Imagem – ENCOI, Londrina. Disponível em http://www.uel.br/eventos/encoi/anais/TRABALHOS/GT7/PENSANDO%20FOTOGRAFIAS%20DE%20CASAMENTO.pdf

SCHNEID, Frantieska Huszar. Fotografias de Casamento: Memo?rias compartilhadas a partir de acervos pessoais. Dissertação de mestrado, Universidade Federal de Pelotas — Pelotas, 2015.

SEGALEN, Martine. E?loge du mariage. Gallimard, 2003.

SEGALEN, M. “L’invention d'une nouvelle séquence rituelle de mariage”. Hermès, La Revue, 43,(3): 159-168, 2005. Disponível em: <https://www.cairn.info/revue-hermes-la-revue-2005-3-page-159.htm> Acesso em 15 de maio de 2018.

SEGALEN, Martine. Rites et rituels contemporains. Paris: Armand Colin, 2013 [1998].

SENNA, Adriana Kivanski de. Os casamentos em Rio Grande: uma recordação a partir da fotografia. Biblos - Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informação, v. 11: 17-26. 1999.

SIMONDON, Gilbert. Du mode d’existence des objets techniques. Paris: Editions Aubier, 1958.

SONTAG, Susan. Sobre fotografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2004 [1977].

Downloads

Publicado

01-06-2019

Como Citar

MARINS, C. T. Transformações no trabalho de fotógrafos de casamento a partir da passagem da fotografia analógica para a fotografia digital. Equatorial – Revista do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, [S. l.], v. 6, n. 10, p. 237–263, 2019. DOI: 10.21680/2446-5674.2019v6n10ID15713. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/equatorial/article/view/15713. Acesso em: 3 mar. 2024.