A cozinha das mulheres

de espaço de domesticação ao de empoderamento a partir de saberes e fazeres culinários

Autores

  • Jamile Wayne Ferreira Universidade do Vale do Rio dos Sinos
  • Lara Steigleder Wayne UFCSPA

DOI:

https://doi.org/10.21680/1984-817X.2018v13n01ID17598

Palavras-chave:

Cozinha, Poder, Mulheres, Saberes

Resumo

A cozinha sempre foi um espaço feminino. As mulheres, historicamente, foram condicionadas às tarefas domésticas e dominar a culinária era uma delas. Atualmente, os contornos dos fazeres e saberes na cozinha estão atravessados por uma glamourização e profissionalização da culinária, que se deu a partir da atuação masculina. Dominar a “chave” do sistema alimentar, da transformação do alimento, é uma ferramenta de poder que, embora invisibilizado quando em mãos femininas, são saberes e fazeres empíricos das mulheres. Este artigo analisa, a partir da relação com a cozinha de mulheres acolhidas em uma Ocupação em Porto Alegre/RS, o poder e o conhecimento cotidiano das guardiãs de uma cozinha minusculizada pela geração da gourmetização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

14-10-2018

Como Citar

FERREIRA, J. W.; WAYNE, L. S. A cozinha das mulheres: de espaço de domesticação ao de empoderamento a partir de saberes e fazeres culinários. Revista Espacialidades, [S. l.], v. 13, n. 01, p. 107–126, 2018. DOI: 10.21680/1984-817X.2018v13n01ID17598. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/espacialidades/article/view/17598. Acesso em: 13 ago. 2022.