O TESTAMENTO DE MARIA INÁCIA DA ASSUNÇÃO:

crioula, forra e católica na Cidade do Natal setecentista

  • Thiago Torres de Paula Secretaria de Educação e Cultura do Estado do Rio Grande do Norte - SEEC/RN.
Palavras-chave: Historiadores. Pesquisa. Documento. Testamento. Transcrição.

Resumo

O objetivo deste trabalho é apresentar a transcrição do testamento da senhora Maria Inácia da Assunção, crioula, forra, católica, participante de várias irmandades e proprietária de jangadas de vela. O material foi laborado na capitania do Rio Grande do Norte, freguesia de Nossa Senhora da Apresentação, termo da Cidade do Natal, necessariamente no ano de 1773. O documento original encontra-se sob a guarda do arquivo do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte, especificamente na coleção de manuscritos. Ao cabo, a transcrição em tela poderá servir como meio para o processo de ensino e aprendizado de jovens pesquisadores e como fonte para investigações nos múltiplos campos das Ciências Humanas e Sociais.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Torres de Paula, Secretaria de Educação e Cultura do Estado do Rio Grande do Norte - SEEC/RN.
Doutor em História pela UFPR (2016), Mestre em História pela UFRN (2009), Bacharel e Licenciado em História pela UFRN (2005). Colaborador do LEHS/UFRN (Laboratório de Experimentação em História Social da Universidade Federal do Rio Grande do Norte). Atualmente desenvolve Estágio Pós-Doutoral em Educação no PPGED/UFRN.

Referências

CASCUDO, Luís da Câmara. História do Rio Grande do Norte. 2. ed. Natal: Fundação José Augusto, Rio de Janeiro: Achiamé, 1984.
DIAS, Thiago Alves. Dinâmicas mercantis coloniais – capitania do Rio Grande do Norte (1760-1821). 274f. Dissertação (Mestrado em História) – Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
FURTADO, Júnia Ferreira. Testamentos e inventários: a morte como testemunha da vida In: PINSKY, Carla Bassanezi, DE LUCA, Tania Regina (Org.). O historiador e suas fontes. São Paulo: Contexto, 2012. p. 93-118.
IDEIA DA POPULAÇÃO DA CAPITANIA DE PERNAMBUCO, e das suas annexas, extenção de suas Costas, Rios, e Povoações notaveis, Agricultura, numero dos Engenhos, Contractos, e Rendimentos Reaes, augmento que estes tem tido &. a &. a desde anno de 1774 em que tomou posse do Governador das mesmas Capitanias o Governador e Capitão General Jozé Cezar de Menezes. In: ANNAIS DA BIBLIOTHECA NACIONAL DO RIO DE JANEIRO, publicados sob a administração do Director geral interino (Dr. Aurelio Lopes de Souza). Rio de Janeiro: Officinas Graphicas da Biblioteca Nacional, 1923. (Vol. XL – 1918)
LYRA, Augusto Tavares de. História do Estado do Rio Grande do Norte. Natal: IHGRN, 1998.
MARCÍLIO, Maria Luiza. A morte de nossos ancestrais. In: MARTINS, José de Souza. A morte e os mortos na sociedade brasileira. São Paulo: HUCITEC, 1983. p. 61-75.
MONTEIRO, Denise Mattos. Introdução à história do Rio Grande do Norte. Natal: UFRN, 2000.
POMBO, José Francisco da Rocha. História do Estado do Rio Grande do Norte. Rio de Janeiro: Annuario do Brasil, 1922.
REIS, João José. A morte é uma festa: ritos fúnebres e revolta popular no Brasil do século XIX. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.
RODRIGUES, Cláudia. Nas fronteiras do além: a secularização da morte no Rio de Janeiro – século XVIII e XIX. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2005.
RODRIGUES, Cláudia, DILLMANN, Mauro. Desejando pôr a minha alma no caminho da salvação: modelos católicos de testamentos no século XVIII. História Unisinos, São Leopoldo, v. 1, n. 17, p. 1-11, jan./abr. 2013.
SANTOS, Paulo Pereira dos. Evolução econômica do Rio Grande do Norte (século XVI ao XXI). 3. ed. Natal: Departamento Estadual de Imprensa, 2010.
SANTOS, Alcineia Rodrigues dos. Por uma história da morte: fontes, metodologia e possibilidades interpretativas sobre o Seridó. In: MACEDO, Helder Alexandre Medeiros; SANTOS, Rosenilson da Silva (Org.). Capitania do Rio Grande: história e colonização na América portuguesa. Natal: EDUFRN, 2013. p. 181-197.
Publicado
02-09-2021
Como Citar
DE PAULA, T. T. O TESTAMENTO DE MARIA INÁCIA DA ASSUNÇÃO:. Revista Espacialidades, v. 17, n. 2, p. 195-210, 2 set. 2021.