Guiando os viajantes, ensinando os transeuntes

o porto de Natal no discurso de Manoel Dantas

  • Khalil Jobim UFRN
Palavras-chave: Porto, Natal, Intelectuais

Resumo

Nosso objetivo nesse artigo é analisar algumas maneiras de percorrer a cidade de Natal no começo do século XX propostas por intelectuais natalenses nesse período, problematizando de que maneira o porto de Natal passou a integrar tais itinerários de viagem no espaço citadino propostos por um desses autores, Manoel Dantas. Do ponto de vista teórico, nos guiaremos pelas reflexões de autores como Michel de Certeau e Franco Moretti, que analisam essas maneiras de percorrer a cidade por meio das palavras, usando os mapas construídos por elas como ferramentas analíticas. Tomaremos como fontes alguns artigos publicados no jornal A república, bem como a obra “Natal daqui a cinquenta anos”, de Manoel Dantas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Khalil Jobim, UFRN

Mestre em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), no programa de Pós-graduação de História com a área de concentração em História e Espaço.

Publicado
19-07-2020
Como Citar
JOBIM, K. Guiando os viajantes, ensinando os transeuntes. Revista Espacialidades, v. 16, n. 2, p. 232-250, 19 jul. 2020.