OS DIREITOS AO PATRIMÔNIO CULTURAL E À TERRA NA CONSTITUINTE DE 88:

resenha de Lugares de Origem de Ailton Krenak e Yussef Campos

Autores

  • Mauro César
  • Milena Pereira

DOI:

https://doi.org/10.21680/1984-817X.2023v19n1ID29097

Resumo

A resenha caminha pelas rotas encantadas do livro Lugares de Origem (2021) de Ailton Krenak e Yussef Campos, que ofertam suas análises singulares quanto à questão do patrimônio cultural no Brasil. A relação com a obra estabeleceu-se por identificação política, filosófica, estética e poética, isto é, pelas reflexões potentes do texto. Tanto a leitura da obra quanto a resenha nos coloca em uma encruzilhada, na qual apreendemos os horizontes que constituíram, no episódio da Constituinte de 1988, as definições de patrimônio cultural e sua relação com lugar-território, a nosso ver, essenciais, e que precisam ser externalizados. As questões e conflitos da cultura, do patrimônio cultural, da memória e dos direitos dos povos originários fazem parte da discussão de Lugares de Origem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CAMPOS, Yussef & KRENAK, Ailton. (2021), Lugares de Origem. São Paulo/SP, Editora Jandaíra.

CARNEIRO, Aparecida Sueli & FISCHMANN, Roseli. A construção do outro como não-ser como fundamento do ser. 2005. Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.

JANDAÍRA, Editora. Lançamento do livro “Lugares de Origem”. Youtube, 24 de novembro de 2021. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=S5yNyZnLKuI>. Acesso em: 04 de abril de 2022.

Downloads

Publicado

16-06-2023

Como Citar

CÉSAR DE CASTRO JUNIOR, M. .; PEREIRA MACEDO, M. OS DIREITOS AO PATRIMÔNIO CULTURAL E À TERRA NA CONSTITUINTE DE 88:: resenha de Lugares de Origem de Ailton Krenak e Yussef Campos. Revista Espacialidades, [S. l.], v. 19, n. 1, p. 142–149, 2023. DOI: 10.21680/1984-817X.2023v19n1ID29097. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/espacialidades/article/view/29097. Acesso em: 26 fev. 2024.