TEATRO PARA NÃO MORRER

UM RELATO SOBRE A MEDIAÇÃO DO GRUPO DE CONVERSA 2 DO II CIPA

Autores

  • Aldair Rodrigues da Silva Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EAJ/UFRN)
  • Tatiane Cunha de Souza Secretaria de Educação e Cultura do Estado do Rio Grande do Norte (SEEC/RN)

DOI:

https://doi.org/10.21680/2595-4024.2023v6n1ID34282

Resumo

Este texto consiste no relato analítico da experiência de coordenação do Grupo de Conversa 2 do II Colóquio Internacional Poéticas do Aprender, realizado em novembro de 2021 em formato remoto, no qual nos reunimos para discutir as (im)possibilidades do teatro na escola em tempos de pandemia. A proposta de trabalho buscou praticar o diálogo na forma de um jogo, entendendo-se a ludicidade como inerente à existência do ser humano e, portanto, também do teatro. Teatro para não morrer foi a forma da resistência de nossa tarefa em coordenar o referido Grupo, para nos reinventar artística e pedagogicamente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aldair Rodrigues da Silva, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EAJ/UFRN)

Possui graduação em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2005) , mestrado em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2016) e é especialista em ensino da arte pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte(2014). Atualmente é docente da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Tem experiência na área de Educação, Artes, com ênfase em Dramaturgia, atuando principalmente nos seguintes temas: processos criativos e formativos em artes, Nelson Rodrigues e psicanálise.

Tatiane Cunha de Souza, Secretaria de Educação e Cultura do Estado do Rio Grande do Norte (SEEC/RN)

Atriz, performer, artista circense, diretora e professora de teatro. Doutoranda em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), mestra em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), especialista em Literatura e Ensino pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) e graduada em Licenciatura em Teatro pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Professora efetiva do Estado do Rio Grande do Norte, em que ministra a disciplina de Artes na Escola Estadual Lauro de Castro e professora celetista do Município de Natal, em que ministra a disciplina de Artes na Escola Municipal Celestino Pimentel. Integrante do Grupo de Pesquisa Poéticas do Aprender orientados pela professora PhD Karyne Dias Coutinho, vinculados à UFRN. Foi professora substituta do Departamento de Práticas Educacionais e Currículo da UFRN, em que lecionou as disciplinas de Didática, Arte/Educação e Estágio Supervisionado para a Formação de Professores de Teatro. Atuou como preceptora do Programa Residência Pedagógica em Teatro e supervisora do PIBID-TEATRO-UFRN. Realizou estágio-docência no curso de Licenciatura em Teatro da UFRN e foi colaboradora do Programa Mais Cultura Nas Escolas; realizado na Escola Municipal de 1º Grau Edinor Avelino-Macau/RN em que fundou o Grupo Maré de Artes. É Atriz do Comboio de Teatro ? Natal/RN. Membro da Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Artes Cênicas ? ABRACE. Tem experiência na área de Artes e do Ensino de Teatro, com ênfase em estudos da pedagogia do teatro, currículo e interfaces da arte com a educação.

Downloads

Publicado

13-10-2023

Como Citar

RODRIGUES DA SILVA, A.; CUNHA DE SOUZA, T. TEATRO PARA NÃO MORRER: UM RELATO SOBRE A MEDIAÇÃO DO GRUPO DE CONVERSA 2 DO II CIPA. Manzuá: Revista de Pesquisa em Artes Cênicas, [S. l.], v. 6, n. 1, p. 77–89, 2023. DOI: 10.21680/2595-4024.2023v6n1ID34282. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/manzua/article/view/34282. Acesso em: 23 fev. 2024.